O Tricolor entrou elétrico, sem dar tréguas ao adversário, que havia realizado ótimas partidas na fase de classificação. A galera viu um Ganso em estado de graça.

O torcedor comemorou muito, é evidente, com a goleada de 4 a 0 sobre o Toluca, mas deixou o Morumbi sem saber qual é o verdadeiro São Paulo, o que massacrou os mexicanos, com uma atuação espetacular, ou aquele que passou vergonha no Estadual, eliminado após ser goleado por 4 a 1 pelo Audax. Houve recorde de público na temporada de 2016 no país: 53.241 presentes.

O Tricolor entrou elétrico, sem dar tréguas ao adversário, que havia realizado ótimas partidas na fase de classificação. A galera viu um Ganso em estado de graça. E como o São Paulo é um dos gigantes do futebol brasileiro, e jogava com a casa lotada, não seria exagero afirmar que só não fez uma partida perfeita porque diminuiu o ritmo depois que enfiou 4 a 0, quanto restava meia hora para o fim. Mais um golzinho e a participação do Toluca no torneio estaria encerrada.

A história registra façanhas semelhantes na própria Libertadores, mas parece muito pouco provável que a equipe do México possa devolver o placar por lá. Basta ao São Paulo mostrar a metade do futebol de hoje.

Missões cumpridas
A exemplo do Vasco, que venceu o Remo por 2 a 1 na quarta, o Botafogo também fez o dever de casa, arrancando um empatezinho chorado de 1 a 1com o Coruripe, na Baixada. O time de Alagoas fez 1 a 0, com João Paulo, e o Alvinegro, com uma equipe mista, igualou com Sassá, que retornou após longa inatividade, cobrando pênalti. Foi um jogo bem ruinzinho, as equipes se arrastando, principalmente a carioca, que só passou adiante na Copa do Brasil porque Roger desperdiçou uma ótima oportunidade, de frente para Hélton Leite, nos acréscimos. Parece que a possibilidade de marcar um gol histórico assustou o atacante, que chutou para fora. De qualquer forma, no entanto, o Botafogo cumpriu a sua missão.

Outro que fez a obrigação foi o Santos, que eliminou o xará do Amapá na Vila Belmiro, ao vencê-lo por 3 a 0, poupando os titulares para decisão do Paulista com o Audax. Na realidade, os jogos de hoje foram autênticos castigos, tanto para o Botafogo como para o Santos, pois deveriam ter liquidado os adversários nas partidas de ida.

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net