O time de Vila Belmiro quase foi castigado por ter acreditado que já havia garantido a vaga, depois que fez 2 a 0.

O Santos superou o Palmeiras nos pênaltis, 3 a 2, após 2 a 2 em 90 minutos, e pela nona vez nos últimos dez anos chegou à rodada decisiva do Paulistão com chances de ganhar o título. Na Era Pelé, o Peixe foi campeão ou vice entre 1955 e 1962. Logo, a marca acaba de ser igualada.

O time de Vila Belmiro quase foi castigado por ter acreditado que já havia garantido a vaga, depois que fez 2 a 0, gols de Gabriel. Rafael Marques aproveitou a falta de concentração e marcou em duas ocasiões, aos 43 e 44 do segundo tempo, arrastando a decisão para os pênaltis.

O atacante do Porco, que até então era o herói, acabou deixando o campo como vilão, ao errar a terceira cobrança. Victor Ferraz converteu a sua. E Fernando Prass, talvez o mais festejado jogador do Palmeiras em 2016, chutou para a fora a quinta delas, mantendo o clube na fila. O último título paulista aconteceu em 2008, quando superou a Ponte Preta.

Pela audácia – sem trocadilho – do Audax no atual campeonato, as finais prometem fortes emoções.

Santos x Palmeiras – Foto: Ivan Storti/ Santos FC

O Santos entre 1955 e 1962

1955 – 2 a 1 Taubaté (campeão)

1956 – 4 a 2 São Paulo (campeão)

1957 – São Paulo 3 a 1 Corinthians. Derrota do Corinthians faz o Santos vice

1958 – 2 a 2 São Paulo (campeão)

1959 – 1 a 1, 2 a 2 e 1 a 2 Palmeiras (vice)

1960 – 2 a 1 Palmeiras (campeão)

1961 – 4 a 1 São Paulo (campeão)

1962 – 4 a 0 Prudentina (já havia sido campeão por antecipação)

 

O Santos no Paulistão desde 2006

2006 – 2 a 0 Portuguesa de Desportos – campeão

2007 – 0 a 2 e 2 a 0 São Caetano – campeão

2009 – 1 a 3 e 1 a 1 Corinthians – vice

2010 – 3 a 2 e 2 a 3 Santo André – campeão

2011 – 0 a 0 e 2 a 1 Corinthians – campeão

2012 – 3 a 0 e 4 a 2 Guarani – campeão

2013 – 1 a 2 e 1 a 1 Corinthians – vice

2014 – 0 a 1, 1 a 0 e 6 a 7 pênaltis Ituano – vice

2015 – 0 a 1, 2 a 1 e 4 a 2 pênaltis Palmeiras – campeão

2016 – decisão com o Audax