Palmeiras e Fluminense fizeram um primeiro tempo sem muitas emoções. E o jogo acabou sendo decidido no começo da etapa final, porque se o time carioca voltou recuado, tentando acertar os contra-ataques, o paulista trocou dois jogadores no intervalo, para ficar mais ofensivo.

Assim, enquanto o Tricolor adotava tremenda cautela, o adversário cismou de pressionar, obedecendo aos gritos da torcida, e marcou duas vezes em 13 minutos, em jogadas de “abafa”: Vitor Hugo, de cabeça, e Alecsandro, num chute fatal, indefensável.

Levir Culpi imediatamente tratou de promover duas substituições, lançando Marcos Júnior e Richarlison, e esboçou reação. Gustavo Scarpa desperdiçou uma chance incrível, com meia hora, o Palmeiras procurou esfriar o jogo, com Fernando Prass solicitando atendimento, e o ritmo do jogo diminuiu. Não há fôlego para tanta correria.

Mas a partida valeu, principalmente, é claro, pelo segundo tempo. Domingo ambos têm clássicos: São Paulo e Botafogo. Oportunidades para o Palmeiras confirmar o bom trabalho e para o Fluminense obter a reabilitação diante de sua torcida.

FOTO NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.