Deu a lógica. Sevilla e Liverpool decidem dia 18 no Saint-Jakob Park, em Basel, na Suíça, a Liga Europa 2015/16. Ambos venceram em casa as partidas de volta das semifinais. O Sevilla fez 3 a 1 no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e o Liverpool, com ótima atuação de Roberto Firmino, enfiou 3 a 0 no Villarreal, da Espanha.

No Sanchez Pizjuán, o time da Andaluzia abriu o placar com Kevin Gameiro. E chegou a se assustar quando o brasileiro croata Eduardo da Silva, ex-Flamengo, igualou aos 44 minutos do primeiro tempo. Mas Gameiro voltou a marcar logo no começo da etapa final, e os ucranianos praticamente jogaram a toalha. Mariano Ferreira fez 3 a 1 quando restava meia hora. Daí em diante foi só administrar o resultado. Vale lembrar que o jogo de ida acabou em 2 a 2.

Em Anfield Road, ao som de “You’ll never walk alone”, a equipe inglesa não teve o menor problema para meter 3 a 0 no Submarino Amarelo, que como se vê, se deu mal na terra dos Beatles. Marcaram Bruno (contra), Sturridge e Lalanna. Ao fim da tempestade, surgiu o céu dourado. O Villarreal havia anotado 1 a 0 na primeira partida, disputada na Espanha.

É a quinta vez que o Sevilla decide a Liga Europa desde a temporada 2005/06. Naquele ano, ganhou do Middlesbrough, da Inglaterra, por 4 a 0, em Eindhoven, na Holanda. Em 2007, 3 a 1 nos pênaltis sobre o Espanyol de Barcelona, em Glasgow, na Escócia, após 2 a 2 em 120 minutos. Em 2014, 4 a 2 também nos pênaltis, sobre o Benfica, de Portugal, em Turim, na Itália, após 0 a 0. E em 2015, 3 a 2 no Dnipro, da Ucrânia, em Varsóvia, na Polônia.

Vale ressaltar que Atlético de Madrid e Real Madrid decidem a Liga dos Campeões da Europa dia 28, em Milão, na Itália.

 

Foto: John e Andrew Powell/liverpoolfc.com