A partir dos anos 1990, o Equador passou a investir no profissionalismo, contratando técnicos e preparadores estrangeiros, reforçando o futebol dos clubes e da seleção, e a diferença técnica diminuiu. Mas o Brasil continuou vencendo.

O Brasil estréia na Copa América Centenário neste sábado, 4 de junho, contra o Equador, no Estádio Rose Bowl, em Pasadena, palco do tetra mundial conquistado em 1994. O torneio será disputado nos Estados Unidos. Na quarta, 8, o adversário é o Haiti, em Orlando / Flórida, e no domingo, 12, o Peru, em Foxborough / Massachussets.

O Brasil fez até hoje 13 partidas contra o Equador na história da Copa América. Foram 12 vitórias e um empate. Até a década de 1980 a superioridade da Seleção era flagrante: chegou a aplicar goleadas de 9 a 2 em 1945 e de 9 a 1 em 1949. O único ponto obtido pelos equatorianos foi obtido no Sul-Americano de 1963, na Bolívia, quando o Brasil se fez representar por um combinado formado às pressas, sem os craques bicampeões mundiais, apenas para cumprir compromisso. Terminou em 2 a 2.

A partir dos anos 1990, o Equador passou a investir no profissionalismo, contratando técnicos e preparadores estrangeiros, reforçando o futebol dos clubes e da seleção, e a diferença técnica diminuiu. Mas o Brasil continuou vencendo. Confira.

 

Jogos

Gols do Brasil

Os 13 jogos do confronto

1) 31/1/42 – 5 a 1 – Montevidéu / Uruguai (Pirilo 3, Tim e Zizinho / Enrique Alvarez)

2) 21/2/45 – 9 a 2 – Santiago / Chile (Ademir Meneses 2, Heleno de Freitas 2, Jair Rosa Pinto 2 e Zizinho 3 / Guillermo Albernoz e Victor Aguayo)

3) 3/4/49 – 9 a 1 – Rio de Janeiro / Brasil (Ademir Meneses, Jair Rosa Pinto 2, Octávio de Moraes, Simão 2, Tesourinha 2 e Zizinho / Sigifredo Chuchuca)

4) 12/3/53 – 2 x 0 – Lima / Peru (Ademir Meneses e Cláudio Pinho)

5) 21/3/57 – 7 a 1 – Lima / Peru (Evaristo de Macedo 2, Indio, Joel 2, Pepe e Zizinho / Mariano Larraz)

6) 19/12/59 – 3 a 1 – Guaiaquil / Equador (Geraldo José, Paulo Pisaneschi e Zé de Mello / Carlos Raffo)

7) 27/3/63 – 2 a 2 – Cochabamba / Bolívia (Osvaldo Taurisano 2 / Carlos Raffo e Pedro Grando)

8) 17/8/83 – 1 a 0 – Quito / Equador (Roberto Dinamite)

9) 1º/9/83 – 5 a 0 – Goiânia / Brasil (Éder 2, Renato Gaúcho e Roberto Dinamite)

10) 15/7/91 – 3 a 1 – Viña Del Mar / Chile (Luiz Henrique, Márcio Santos e Mazinho Oliveira / Carlos Muñoz)

11) 7/7/95 – 1 a 0 – Rivera / Uruguai (Ronaldão)

12) 4/7/07 – 1 a 0 – Puerto de La Cruz / Venezuela (Robinho)

13) 13/7/11 – 4 a 2 – Cordoba / Argentina (Alexandre Pato 2 e Neymar 2 / Felipe Caicedo 2)

 

Vitórias do Brasil

Gols do Equador

Os campeões de cada ano

– 1942: Uruguai

– 1945: Argentina

– 1949: Brasil

– 1953: Paraguai

– 1957: Argentina

– 1959: Uruguai

 

Empates

Gols fez Zizinho (artilheiro)

 

– 1963: Bolívia

– 1983: Uruguai

– 1991: Argentina

– 1995: Uruguai

– 2007: Brasil

– 2011: Uruguai