A Suíça mandou no jogo na etapa final e na prorrogação. E Shaqiri marcou um golaço. Mas Xhaka errou a sua cobrança, e a Polônia acabou vencendo por 5 a 4 nos pênaltis, garantindo a vaga nas quartas da Eurocopa. Resultado injusto. Mas no futebol não tem justiça. É bola na rede. A Polônia levou vantagem sobre a Suíça no primeiro tempo, pois além de defender bem, bloqueando o adversário desde a intermediária, era eficiente nos contra-ataques.

Quando fez 1 a 0 já havia criado três boas chances. Com 40 segundos, Sommer rebateu nos pés de Milik, que chutou por cima. Aos 30 minutos, Grosicki tentou encobrir o goleiro e mandou para fora. O gol saiu aos 39: Grosicki saiu em velocidade pela esquerda, e rolou para Lewandowski, que deixou iludiu a zaga, deixando passar para Blaszczykowski, que bateu entre as pernas de Sommer. A Suíça foi para frente, mas continuou esbarrando na barreira polonesa.

A equipe dirigida por Adam Nawalka voltou para a etapa derradeira disposta a garantir o resultado, e foi recuando cada vez mais, permitindo que o adversário alugasse meio campo, forçando o empate. Aos cinco minutos, Lichtsteiner mandou pancada para ótima intervenção de Fabiansk. Aos 27, o goleiro fez defesa milagrosa, no ângulo esquerdo, em falta cobrada por Rodriguez. Aos 33, Seferovic acertou o travessão. Pressão quase insuportável. Até que aos 36, Shaqiri apanhou um belo voleio da meia-lua, colocando no canto esquerdo: 1 a 1. Lance de craque.

E veio a prorrogação. A Suíça continuou martelando. O futebol da Polônia, que já havia encolhido no segundo tempo, desapareceu. A melhor chance surgiu num lançamento de Shaqiri para Derdiyok, que cabeceou para mais uma defesa espetacular de Fabiansk, o nome do jogo. Na decisão por pênaltis, Krychowiak acertou o quinto deles, e fez 5 a 4. “Demos o melhor de nós”, resumiu o herói Fabiansk, que joga no Swansea, de Gales.

 

POLÔNIA 1 x 1 SUÍÇA

Data: Sábado, 25 de junho de 2016.

Nos pênaltis: Polônia 5 a 4 Suíça.

Local: Stade Geoffrey-Guichard, em Saint-Etiènne / França.

Arbitragem: Mark Clattenburg, Jake Collin e Simon Beck / Inglaterra.

Gols: Jakub Blaszczykowski 39’ e Xherdan Shaqiri 81’.

Pênaltis: Stephan Lichtsteiner (1 a 0), Robert Lewandowski (1 a 1), Granit Xhaka (fora), Arkadiusz Milik (2 a 1), Xherdan Shaqiri (2 a 2), Kamil Glik (3 a 2), Fabian Shär (3 a 3), Jakub Blaszczykowski (4 a 3), Ricardo Rodriguez (4 a 4) e Grzegor Krychowiak (5 a 4).

POLÔNIA: Lukasz Fabiansk, Lukasz Piszczek, Kamil Glik, Michal Pazdan e Artur Jedrzejczyk; Grzegor Krychowiak, Krzysztof Maczynski (Tomasz Jodlowiec 11’ prorrogação), Jakub Blaszczykowski e Kamil Grosicki (Slawomir Peszko 154’ prorrogação); Arkadiusz Milik e Robert Lewandowski. Técnico: Adam Nawalka.

SUÍÇA: Yann Sommer, Stephan Lichtsteiner, Fabian Schär, Johan Djourou e Ricardo Rodriguez; Valon Behrami (Gélson Fernandes 76’), Granit Xhaka, Xherdan Shaqiri e Blerim Dzemaili (Breel Embolo 58’); Admir Mehmedi (Eren Derdiyok 69’) e Haris Seferovic. Técnico: Vladimir Petkovic.