Portugal está nas quartas da Eurocopa. Obteve vitória absolutamente dramática, 1 a 0 sobre a Croácia, gol de Quaresma no fim da prorrogação, após quase 120 minutos de poucas emoções. O desespero do time da ex-Iugoslávia foi flagrante, pois é melhor sob o aspecto técnico, e na prática jogou mais que o adversário. Na realidade, pouco importa. Quem passou foi a seleção vermelha e verde.

A Croácia foi mais time no primeiro tempo. A impressão era a de que Portugal se considerou inferior em todos os aspectos, daí ter adotado uma postura mais defensiva, apostando que Cristiano Ronaldo, em algum contra-ataque, poderia decidir. Os croatas, porém, esbarraram na retaguarda lusa, que cometeu muitas faltas, sem encontrar espaço, tanto que não criaram uma única chance efetiva de gol. Pelo contrário, quem teve foi Portugal, numa cabeçada de Pepe, sozinho, por cima da baliza.

Não houve mudança nos primeiros 20 minutos da etapa final, apesar da substituição de André Gomes, sumido no jogo, por Renato Sanches, o que sugeria um pouco mais de ousadia, o que só foi ocorrer depois que a Croácia diminuiu o ritmo. Parecia, no entanto, difícil que uma das equipes conseguisse marcar, pois a partida estava basicamente amarrado na intermediária. Nenhuma equipe conseguia incomodar os goleiros.

Como registro, uma cabeçada de Vida à direita, aos 16, e logo depois, aos 18, um lance que o árbitro poderia ter interpretado como pênalti: Strinic errou a bola num cruzamento, e acertou Nani, que caiu sob impacto. Como quase nada acontecia, a partida, é claro, foi para a prorrogação.

O que valeu, nesta fase derradeira, foram os cinco minutos finais. Perisic acertou a trave direita. Num contra-ataque clássico, Renato Sanches arrancou, rolou para Nani, que chutou cruzado. Cristiano Ronaldo finalizou, Subasic rebateu, e Quaresma, livre, cabeceou para dentro: 1 a 0. A Croácia saiu inteira para a área lusa, incluindo o goleiro, e na pressão medonha, Vida teve a melhor chance, mandando de virada à esquerda de Rui Patrício, para fora. Portugal finalmente conseguiu vencer. E enfrenta a Polônia na próxima quinta, dia 30, em Marselha.

 

PORTUGAL 1 x 0 CROÁCIA

Data: Sábado, 25 de junho de 2016.

Competição: Copa da Europa de Nações / Oitavas de final.

Local: Estádio Bollaert-Delelis, Lens / França.

Arbitragem: Carlos Velasco Carballo, Juan Yuste e Roberto Alonso / Espanha.

Gol: Ricardo Quaresma 11’ do segundo tempo da prorrogação.

PORTUGAL: Rui Patrício, Cédric, Pepe, José Fonte e Raphael Guerreiro; Adrien Silva (Danilo Pereira 2’ 2º tempo prorrogação), William Carvalho, João Mário (Ricardo Quaresma 87’) e André Gomes (Renato Sanches 50’); Cristiano Ronaldo e Nani. Técnico: Fernando Manuel Costa Santos.

CROÁCIA: Danijel Subasic, Darijo Srna, Vedran Corluka (Andrej Kramaric 14’ 2º tempo prorrogação), Domagoj Vida e Ivan Strinic; Milan Badelj, Marcelo Brozovic, Luka Modric e Ivan Rakitic (Marko Pjaca 4’ 2º tempo prorrogação); Ivan Perisic e Mario Mandzukic (Nikola Kalinic 88’). Técnico: Ante Cacic.