O Palmeiras tem quatro vitórias de vantagem sobre o Atlético-MG, 23 a 19, na história do clássico no Brasileiro, levando-se em conta também os campeonatos que a CBF passou a considerar como nacionais desde dezembro de 2010: a Taça Brasil (1959-1968) e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967-1970). Os clubes nunca se enfrentaram na Taça Brasil.

O primeiro jogo foi disputado em 29 de março de 1967, no Mineirão, e o Galo ganhou por 4 a 2, com 17.001 torcedores, e arbitragem do paulista Carmelito Voi. O time de Minas fez 4 a 0, gols contra de Minuca e Djalma Dias, de Beto e Buião, em 65 minutos, e o Porco diminuiu com César Lemos e Jair Bala, no fim da partida. O técnico alvinegro era Gérson dos Santos, e o do Palmeiras, Mário Travaglini. Mas o campeão de 1967 foi o Palmeiras.

O último duelo aconteceu em 23 de agosto de 2015, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, com público de 17.464, e arbitragem de Sandro Meira Ricci, do Distrito Federal. O Atlético venceu por 2 a 1, de virada. Marcaram Andrei Girotto aos quatro minutos, e Lucas Pratto aos 17 e 37, o último cobrando pênalti. Levir Culpi dirigia o time da casa e Marcelo Oliveira – agora treinador do Galo – estava no Palmeiras. Mas o campeão de 2015 foi o Corinthians.

O Alvinegro sustenta invecibilidade de sete jogos – seis vitórias e um empate. O último triunfo da equipe paulista ocorreu em 30 de julho de 2011, no Estádio do Canindé, em São Paulo: 3 a 2.

 

Todos os números do clássico

– Jogos: 48

– Vitórias do Palmeiras: 23

– Vitórias do Atlético: 19

– Total de empates: 6

– Gols do Palmeiras: 61

– Média por partida:  1,27

– Gols do Atlético: 58

– Média por partida: 1,20

– Total de gols do clássico: 119

– Média por partida: 2,47

– Maior resultado do Palmeiras: 3 a 0 (16/12/70, 18/10/72 e 7/2/74)

– Maior resultado do Atlético: 4 x 0 (25/8/02)

– Resultados mais freqüentes: 1 a 0 (13 vezes) e 2 a 1 (11 vezes)

– Maior invencibilidade do Palmeiras: 7 jogos (1969-1974 e 1991-1998)

– Maior invencibilidade do Atlético: 7 jogos (2011-2015)

– Maior artilheiro do clássico: César Lemos / 4 gols

– Maior artilheiro do Palmeiras: César Lemos / 4 gols

– Maior artilheiro do Atlético: Éder Luiz, Marques e Neto Berola / 3 gols

– Público total do clássico: 975.878

– Média de público: 20.330

– Maior público: 74.081 (28/2/80)

– Estádios mais utilizados: Mineirão (19 jogos) e Parque Antártica (14 jogos)

 

Os 48 jogos da história do clássico

1) Atlético 4 a 2 – Mineirão – 29 de março de 1967 – 17.001 – César e Jair Bala / Beto, Buião, Djalma Dias e Minuca – ambos contra

2) Atlético 2 a 1 – Mineirão – 28 de novembro de 1968 – 18.464 – Artime / Lola e Oldair

3) Palmeiras 1 a 0 – Mineirão – 2 de novembro de 1969 – 19.731 – César

4) Palmeiras 2 a 1 – Parque Antártica – 19 de novembro de 1970 – 16.583 – Ademir da Guia e Héctor Silva / Ronaldo

5) Palmeiras 3 a 0 – Pacaembu – 16 de dezembro de 1970 – 29.588 – Ademir da Guia, César e Edu

6) 0 a 0 – Mineirão – 14 de novembro de 1971 – 22.339

7) Palmeiras 3 a 0 – Mineirão – 18 de outubro de 1972 – 24.461 – Fedato, Leivinha e Nei

8) Palmeiras 1 a 0 – Pacaembu – 30 de setembro de 1973 – 31.888 – Fedato

9) Palmeiras 3 a 0 – Pacaembu – 7 de fevereiro de 1974 – 40.076 – César e Leivinha 2

10) Atlético 2 a 1 – Pacaembu – 13 de junho de 1974 – 12.618 – Jair Gonçalves / Fausto e Marcelo

11) Palmeiras 1 a 0 – Mineirão – 11 de junho de 1978 – 12.709 – Toninho

12) Atlético 2 a 0 – Mineirão – 28 de fevereiro de 1980 – 74.071 – Pedrinho e Reinaldo

13) Atlético 1 a 0 – Mineirão – 14 de setembro de 1986 – 43.923 – Nunes

14) Atlético 1 a 0 – Mineirão – 22 de novembro de 1987 – 37.116 – Marquinhos

15) Atlético 1 a 0 – Mineirão – 3 de dezembro de 1988 – 4.649 – Luiz Cláudio

16) Palmeiras 1 a 0 – Parque Antártica – 29 de novembro de 1989 – 20.000 – Mirandinha

17) Atlético 1 a 0 – Mineirão – 19 de setembro de 1990 – 19.833 – Marquinhos

18) Palmeiras 1 a 0 – Parque Antártica – 22 de março de 1991 – 5.808 – Jorginho

19) 1 a 1 – Parque Antártica – 29 de janeiro de 1992 – 8.494 – Edu Marangon / Sérgio Araújo

20) Palmeiras 1 a 0 – Parque Antártica – 30 de setembro de 1993 – 12.531 – Edílson

21) Palmeiras 3 a 2 – Mineirão – 6 de novembro de 1993 – 3.231 – Edílson 2 e Saulo / Serginho e Toninho Pereira

22) Palmeiras 2 a 0 – Parque Antártica – 17 de novembro de 1996 – 5.020 – Djalminha e Leonardo

23) Palmeiras 1 a 0 – Mineirão – 10 de julho de 1997 – 22.234 – Edmílson

24) Palmeiras 2 a 1 – Parque Antártica – 26 de agosto de 1998 – 7.355 – Arce 2 / Marques

25) Atlético 2 a 0 – Independência – 11 de agosto de 1999 – 11.945 – Beletti e Guilherme

26) Palmeiras 3 a 2 – Parque Antártica – 14 de outubro de 2000 – 3.783 – Galeano, Lopes e Tuta / Guilherme e Marques

27) Atlético 2 a 1 – Mineirão – 15 de novembro de 2001 – 53.338 – Flávio / Alexandre e Marques

28) Atlético 4 a 0 – Parque Antártica – 25 de agosto de 2002 – 16.439 – Mancini 2, Leonardo Oliveira e Souza

29) 0 a 0 – Parque Antártica – 21 de abril de 2004 – 9.155

30) Palmeiras 2 a 1 – Mineirão – 15 de agosto de 2004 – 14.166 – Osmar e Tiago Gentil / Alex Mineiro

31) Palmeiras 1 a 0 – Parque Antártica – 24 de julho de 2005 – 16.817 – Washington

32) Palmeiras 3 a 1 – Mineirão – 30 de outubro de 2005 – 14.400 – Correia e Washington 2 / Uéslei

33) Palmeiras 2 a 1 – Mineirão – 12 de agosto de 2007 – 15.867 – Martinez 2 / Éder Luiz

34) Atlético 3 a 1 – Parque Antártica – 2 de dezembro de 2007 – 23.535 – Edmundo / Éder Luiz, Eduardo e Marinho

35) 1 a 1 – Mineirão – 6 de julho de 2008 – 31.570 – Diego Souza / Eduardo

36) Palmeiras 3 a 1 – Parquer Antártica – 4 de outubro de 2008 – 25.319 – Alex Mineiro, Denílson e Leandro / Renan Oliveira

37) 1 a 1 – Mineirão – 12 de agosto de 2009 – 51.532 – Ortigoza / Éder Luiz

38) Palmeiras 3 a 1 – Parque Antártica – 29 de novembro de 2009 – 25.402 – Cleiton Xavier, Diego Souza e Vágner Love / Diego Tardelli

39) Palmeiras 2 a 1 – Ipatinga – 29 de agosto de 2010 – 11.120 – Kléber e Marcos Assunção / Neto Berola

40) Atlético 2 a 0 – Araraquara – 21 de novembro de 2010 – 4.662 – Diego Souza e Neto Berola

41) Palmeiras 3 a 2 – Canindé – 30 de julho de 2011 – 9.983 – Luan, Marcos Assunção e Patrik / Magno Alves e Wesley

42) Atlético 2 a 1 – Sete Lagoas – 30 de outubro de 2011 – 17.119 – Luan / Filipe Souto e Neto Berola

43) Atlético 1 a 0 – Pacaembu – 9 de junho de 2012 – 7.268 – Jô

44) Atlético 3 a 0 – Independência – 9 de setembro de 2012 – 18.033 – Bernard 2 e Leonardo Silva

45) Atlético 2 a 1 – Independência – 10 de agosto de 2014 – 14.089 – Henrique / Datolo e Diego Tardelli

46) Atlético 2 a 0 – Pacaembu – 8 de novembro de 2014 – 24.368 – Dodô e Tiago

47) 2 a 2 – Allianz Parque – 9 de maio de 2015 – 28.781 – Rafael Marques e Vitor Hugo / Jô e Patric

48) Atlético 2 a 1 – Independência – 23 de agosto de 2015 – 17.464 – Andrei Girotto / Lucas Pratto 2