O Botafogo, com um time formado por reservas, obteve um bom resultado, ao empatar por 2 a 2 com o Bragantino, em Bragança Paulista, em jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A volta será dia 27, na Ilha do Governador, e o Botafogo garante a vaga com três resultados: vitória ou empate por 0 a 0 ou 1 a 1. Um novo 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis.

Bragantino e Botafogo fizeram um primeiro tempo efetivamente equilibrado. Mas dois erros da arbitragem prejudicaram o time carioca. O paulista abriu o placar aos 20 minutos, com Bruno Silva cobrando um pênalti que não existiu, pois a falta de Joel Carli em Jéfferson Baiano aconteceu fora da área. Aos 29, Alemão cometeu falta violenta em Gegê, e o juiz exibiu apenas o cartão amarelo. Era para expulsão. Aos 37, Salgueiro bateu escanteio, e Diérson, livre na risca da pequena área, cabeceou à esquerda de Felipe, ele mesmo, ex-Flamengo.

Os times voltaram mais animados para a etapa derradeira, procurando o gol, e o Botafogo, mais ousado, virou o placar aos seis: Felipe rebateu cruzamento, Luiz Henrique apanhou a sobra e ajeitou para Gervásio Nuñez dar um chicote, à direita do goleiro, que ainda tocou na bola: 2 a 1. Aos 15, Victor Luiz agarrou Erick na área, mas o árbitro não viu.

Mas o Bragantino só começou a esboçar reação após os 25 minutos. Aos 29, Erick chutou, Rodrigo Sam aparou e rolou para Eliandro colocar à esquerda: 2 a 2. Ricardo Gomes ainda procurou melhorar o Botafogo, lançando Marcinho, Geovane Maranhão e Vinícius Tanque, sem resultado. Mas o 2 a 2, dadas as circunstâncias, ficou de bom tamanho para o clube do Rio.

 

BRAGANTINO 2 x 2 BOTAFOGO

Data: Quarta-feira, 13 de julho de 2016.

Competição: Copa do Brasil / Terceira fase / Ida.

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista / SP.

Arbitragem: Rafael Martino Diniz / DF, Leone Carvalho Rocha / GO e Ramires Santos Cândido / ES.

Gols: Bruno Pacheco 20’ (pênalti), Diérson 37’, Gervásio Nuñez 51’ e Eliandro 74’.

BRAGANTINO: Felipe, Alemão, Rodrigo Sam, Éder Lima e Bruno Pacheco; Daniel Pereira, Édson Sitta (Jobinho 82’), Erick e Tartá (Claudinho 61’); Jéfferson Baiano (Eliandro – intervalo) e Watson. Técnico: Marcelo Veiga.

BOTAFOGO: Sidão, Diego, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luiz; Dierson, Bruno Silva (Marcinho 65’), Gegê (Geovane Maranhão 80’) e Salgueiro; Gervásio Nuñez e Luiz Henrique (Vinícius Tanque 88’). Técnico: Ricardo Gomes Raymundo.