O Fluminense apenas empatou por 1 a 1 com o Ypiranga / RS, em Volta Redonda, em noite de pouco público – 492 pagantes – e muito protesto da torcida. João Paulo fez 1 a 0 aos 24 minutos, recebendo passe de Túlio Rennan. E Magno Alves igualou aos 11 da etapa derradeira, escorando, de carrinho, passe de cabeça de Cícero. Cícero desperdiçou um pênalti aos 29. Carlão defendeu. No entanto, quando o apoiador se preparava para apanhar o rebote do goleiro, foi calçado por Mikael. Esse, o árbitro ignorou.

No fim, sobraram xingamentos e agressões, visando inclusive o presidente tricolor, Peter Siemsen. O jogo de volta será dia 27, no Colosso da Lagoa, em Erechim, interior gaúcho. Pelo que se viu hoje, não parece que o Fluminense deva se desesperar.

 

FLUMINENSE 1 x 1 YPIRANGA / RS

Data: Quarta-feira, 6 de julho de 2016.

Competição: Copa do Brasi / Terceira fase / Ida.

Local: Estádio General Silvio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda / RJ.

Público: 492 pagantes / 832 presentes / 340 gratuidades.

Arbitragem: Wanderson Alves de Souza, Celso Luiz da Silva e Marconi Helbert Vieira / MG.

Gols: João Paulo 21’ e Magno Alves 56’.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva (Jonathan 18’), Gum, Henrique e William Matheus; Pierre (Richarlyson 62’), Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa (Dudu 28’); Osvaldo e Magno Alves. Técnico: Levir Culpi.

YPIRANGA: Carlão, Márcio Lima, Negretti, Gustavo Miranda e Sander; Jessé, Mikael, Robson Luiz e Danilinho (Henrique Pedroso 75’); Túlio Rennan (Raphael Alemão 81’) e João Paulo (Léo 86’). Técnico: Leocir D’Allastra.

 

Foto: Mailson Santana / Fluminense FC