O Grêmio foi bem superior, e teve a vitória nas mãos até os 41 minutos da etapa derradeira, quando permitiu que Robinho, livre na área, assinalasse o gol do empate de 1 a 1, resultado excelente para o Atlético-MG, pelo pouco que fez, e péssimo para o time da casa, que não soube, na prática, estabelecer vantagem maior, diante do que foi a partida. O Galo foi basicamente um time covarde, jogando na defesa, com dificuldades para acertar contra-ataques. Mas continua no G-4, ao contrário do rival, que permanece em sexto lugar.

O primeiro tempo foi efetivamente amarrado, pois o time gaúcho tinha a posse da bola, mas não conseguia superar a barreira armada pelo mineiro, que praticamente abria mão de atacar, para segurar o resultado, o que conseguiu. Não seria exagero afirmar que o Grêmio criou uma única chance de verdade, aos 13 minutos, quando Jaílson bateu cruzado da direita e Douglas não conseguiu concluir, na frente de Uílson. É fato que o Galo andou cometendo faltas em excesso para alcançar o seu objetivo, e que o adversário não soube aproveitar pelo menos duas dessas, ambas próximas da área, de frente para a baliza. Outra situação surgiu ao acaso, numa dividida entre Leandro Donizete e Maicon, quando a bola subiu e saiu sobre o travessão, por pouco não surpreendendo o goleiro, que pareceu desatento.

O Grêmio retornou mostrando ainda maior disposição. Aos sete minutos, Luan arriscou da entrada da área, a bola desviou em Ronaldo Conceição e entrou à direita de Uílson, que não teve chance de defesa. Aos 15, em desvantagem, Marcelo Oliveira enfim percebeu que precisava jogar como time grande, e trocou Fred, figura decorativa, por Robinho. Aos 29, Otero substituiu Fábio Santos, mas o Grêmio continuou mandando na partida, com chance de ampliar, pois o adversário passou a tentar o jogo ofensivo, errando muito, e pior, deixando espaços na retaguarda. Mas futebol está longe de ter lógica. Aos 41, Robinho – que inexplicavelmente começou no banco – escorou sem marcação e deixou tudo igual.

Frustração para os gremistas e um alento para os atleticanos. Mas ambos continuam na briga.

 

GRÊMIO / RS 1 x 1 ATLÉTICO / MG

Data: Domingo, 28 de agosto de 2016.

Competição: Campeonato Brasileiro / 22ª rodada.

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre / RS.

Público: 30.691 pagantes / 32.963 presentes.

Arbitragem: Cláudio Francisco Lima e Sulva, Aílton Farias da Silva e Daniel Vidal Pimentel / SE.

Gols: Luan 52’ e Robinho 86’.

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Edílson, Kannemann, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Wallace, Maicon, Douglas (Ramiro 80’) e Jaílson (Guilherme 87’); Miller Bolaños (Henrique Almeida 78’) e Luan. Técnico: Roger Machado.

ATLÉTICO: Uílson, Carlos César, Leonardo Silva, Ronaldo Conceição e Fábio Santos (Otero 74’); Rafael Carioca, Lucas Cândido, Leandro Donizete e Maicossuel: Lucas Pratto e Fred (Robinho 61’). Técnico: Marcelo Oliveira.

 

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA