A maior invencibilidade do confronto é do Alviverde: 10 jogos, com sete vitórias, entre 2002 e 2008. A do Tricolor é de nove partidas, entre 2008 e 2014.

O Palmeiras tem larga vantagem sobre o Fluminense na história do Brasileiro, com 26 vitórias contra 17, além de nove empates, levando-se em conta todos os campeonatos que a CBF passou a considerar como nacionais desde dezembro de 2010: a Taça Brasil, o Torneio Roberto Gomes Pedrosa e o Brasileiro.

Sendo assim, o primeiro jogo ocorreu em 9 de novembro de 1960, quando os times empataram por 0 a 0, no Pacaembu. A partida valeu pela Taça Brasil daquele ano. Na volta, o time paulista venceu por 1 a 0, no Maracanã, e garantiu vaga na fase seguinte. O Palmeiras acabou como campeão.

A maior invencibilidade do confronto é do Alviverde: 10 jogos, com sete vitórias, entre 2002 e 2008. A do Tricolor é de nove partidas, entre 2008 e 2014. Pelo menos duas goleadas ficaram na memória: o time paulista humilhou em 5 de setembro de 1996, enfiando 5 a 1, no Estádio do Café, em Londrina (PR). Djalminha (3), Cafu e Rincón garantiram a festa. Pessali descontou. Caro tricolor, seja sincero: você lembra do Pessali? A vingança do Fluminense veio em 7 de novembro de 2001, em pleno Parque Antártica, 6 a 2, com dois de Magno Alves e Roger, um de Roni e outro de Sidnei. Para o Palmeiras, Muñoz e Pedrinho.

A partida de maior público aconteceu no Maracanã, em 9 de novembro de 2009, quando o Fluminense venceu por 1 a 0, na arrancada espetacular para escapar do rebaixamento: 64.194 pagantes.

O jogo mais importante da história ocorreu no mesmo estádio, pelo quadrangular decisivo de 1970. O Tricolor também ganhou por 1 a 0, gol do folclórico Mickey. Na rodada seguinte, o time carioca empatou com o Atlético-MG e conquistou o título. Em 2012, o time carioca venceu por 3 a 2 em Presidente Prudente, interior paulista, e levantou o tetra antecipadamente.

Regulamentos distintos impediram confrontos em 73, 74, 76, 77, 78, 79, 81, 82, 83, 84, 85 e 86. Em 98 e 99, o Fluminense jogou respectivamente as série B e C. Em 2003 e 2013, o Palmeiras também estava na B.

 

OS 52 JOGOS

# Jogos – 52

# Vitórias do Palmeiras – 26

# Vitórias do Fluminense – 17

# Empates – 9

# Gols do Palmeiras – 78

# Média – 1,5

# Gols do Fluminense – 65

# Média – 1,25

# Total de gols – 143

# Média – 2,75

# Maior goleada – Palmeiras 5 a 1 (5/9/96) e Fluminense 6 a 2 (7/11/01)

# Maior público – 64.194 (9/11/09)

# Menor público – 1.181 (28/10/90)

# Estádios mais utilizados – Maracanã (20) e Parque Antártica (13)

# Artilheiros – Fred (5) e Ézio e Flávio (4)

 

OS 52 JOGOS

1) 9/11/60 – 0 x 0 – Pacaembu – 20.000

2) 16/11/60 – Palmeiras 1 x 0 – 50.000 (Humberto Tozzi)

3) 5/3/67 – Palmeiras 4 x 2 – Maracanã – 17.602 (Rinaldo 2, Ademir da Guia e César / Amoroso e Mário)

4) 26/9/68 – Palmeiras 2 x 0 – Pacaembu – 6.132 (César e Denílson-c)

5) 18/10/69 – Fluminense 2 x 0 – Maracanã – 21.566 (Flávio e Marco Antônio)

6) 7/11/70 – Fluminense 3 x 0 – Morumbi – 22.096 (Flávio 3)

7) 13/12/70 – Fluminense 1 x 0 – Maracanã – 50.421 (Mickey)

8) 4/9/71 – Palmeiras 1 a 0 – Parque Antártica – 25.042 (Eurico)

9) 12/10/72 – Palmeiras 1 a 0 – Maracanã – 12.883 (Leivinha)

10) 24/8/75 – Palmeiras 3 a 1 – Pacaembu – 41.541 (Leivinha, Mário e Nei / Marco Antônio)

11) 03/12/75 – Fluminense 4 a 2 – Maracanã – 58.073 (Gil, Mafrini, Paulo César e Toninho / Alfredo e Edu)

12) 9/3/80 – 0 x 0 – Maracanã – 35.401

13) 23/9/87 – Fluminense 2 a 0 – Maracanã – 8.703 (Leomir e Marcelo Henrique)

14) 18/12/88 – 0 x 0 – Parque Antártica – 8.716

15) 22/10/89 – Palmeiras 1 a 0 – Maracanã – 5.108 (Paulinho Carioca)

16) 28/10/90 – Palmeiras 1 a 0 – Nova Friburgo – 1.181 (Careca Bianchezi)

17) 3/2/91 – Fluminense 4 a 2 – Laranjeiras – 6.426 (Bobô, Ézio, Julinho e Marcelo Gomes / Aguiregaray e Betinho)

18) 8/2/92 – Palmeiras 3 a 0 – Parque Antártica – 11.483 (Amaral, César Sampaio e Marques)

19) 3/10/93 – Palmeiras 4 a 2 – Laranjeiras – 3.550 (Edílson 2, Evair e Zinho / Ézio e Julinho)

20) 14/11/93 – Palmeiras 2 a 1 – Parque Antártica – 12.536 (Maurílio e Sorato / Andrei)

21) 27/8/94 – Palmeiras 1 a 0 – Parque Antártica – 22.243 (Evair)

22) 3/9/94 – 1 a 1 – Caio Martins – 3.246 (Luiz Antônio / Edmundo)

23) 5/11/94 – Fluminense 4 a 1 – Maracanã – 2.949 (Ézio 2, Djair e Wallace / Rivaldo)

24) 28/10/95 – 1 a 1 – José Lancha Filho-Franca – 14.758 (Edílson / Valdeir)

25) 5/9/96 – Palmeiras 5 a 1 – Londrina – 22.200 (Djalminha 3, Cafu e Rincón / Pessali)

26) 5/7/97 – Palmeiras 4 a 1 – Parque Antártica – 3.306 (Edmílson 2, Cris e Euller / Roni)

27) 24/9/00 – Palmeiras 1 a 0 – Maracanã – 11.437 (Basílio)

28) 7/11/01 – Fluminense 6 a 2 – Parque Antártica – 6.289 (Magno Alves 2, Roger 2, Roni e Sidnei / Muñoze Pedrinho)

29) 6/11/02 – Palmeiras 3 a 0 – Maracanã – 14.214 (Flávio, Juninho e Zinho)

30) 12/8/04 – Palmeiras 3 a 2 – Parque Antártica – 9.939 (Osmar 2 e Lúcio / Alex e Antônio Carlos)

31) 19/12/04 – 1 x 1 – Maracanã – 19.214 (Ramon / Ricardinho)

32) 21/8/05 – 2 x 2 – Volta Redonda – 15.425 (Gabriel e Leandro / Juninho Paulista e Marcinho)

33) 4/12/05 – Palmeiras 3 x 2 – Parque Antártica – 26.995 (Correia, Juninho Paulista e Washington / Arouca e Tuta)

34) 23/8/06 – Palmeiras 3 x 0 – Parque Antártica – 11.970 (Francis, Juninho Paulista e Ném)

35) 3/12/06 – 1 x 1 – Maracanã – 6.596 (Cláudio Pitbull / Michael)

36) 5/8/07 – Palmeiras 1 x 0 – Maracanã – 10.669 (Valdívia)

37) 14/11/07 – Palmeiras 1 x 0 – Parque Antártica – 24.693 – Rodrigão)

38) 16/7/08 – Palmeiras 3 x 1 – Parque Antártica -13.568 (Kleber 2 e Maicossuel / Washington)

39) 25/10/08 – Fluminense 3 x 0 – Maracanã – 31.973 (Carlinhos, Júnior César e Maurício-c)

40) 29/7/09 – Palmeiras 1 x 0 – Parque Antártica – 16.301 (Diego Souza)

41) 9/11/09 – Fluminense 1 x 0 – Maracanã – 64.194 (Fred)

42) 1/9/10 – 1 x 1 – Maracanã – 15.279 (Emerson / Ewerthon)

43) 28/11/10 – Fluminense 2 x 1 – Arena Barueri – 11.291 (Carlinhos e Tartá / Dinei)

44) 24/7/11 – Fluminense 1 x 0 – Volta Redonda – 6.547 (Marquinho)

45) 16/10/11 – Fluminense 2 x 1 – Canindé – 3.649 (Fred 2 / Valdívia)

46) 11/8/12 – Fluminense 1 x 0 – Engenhão – 6.079 (Jean)

47) 11/11/12 – Fluminense 3 a 2 – Presidente Prudente – 9.893 (Barcos e Patrick Vieira / Fred 2 e Maurício Ramos-contra)

48) 26/4/14 – Fluminense 1 a 0 – Pacaembu – 11.189 (Rafael Sóbis)

49) 13/9/14 – Fluminense 3 a 0 – Maracanã – 12.935 (Conca e Fred 2)

50) 14/6/15 – Palmeiras 2 a 1 – Allianz Parque – 26.181 (Cristaldo e Rafael Marques / Jean)

51) 16/9/15 – Palmeiras 4 a 1 – Maracanã – 9.821 (Gabriel Jesus e Lucas Barrios 3 / Jean)

52) 25/5/16 – Palmeiras 2 a 0 – Allianz Parque – 28.534 (Alecsandro e Vítor Hugo)