O Atlético / MG manteve a chance de chegar ao título brasileiro ao derrotar o Internaional por 3 a 1, em Belo Horizonte, numa partida em que só foi bem na etapa inicial, mas na qual acabou ganhando os três pontos pela diferença de qualidade entre as duas equipes. O Galo, com 49 pontos, está em terceiro lugar, atrás de Palmeiras, 54, e Flamengo, 53. Já a situação do Colorado é cada vez mais desesperadora: com 27, está a cinco do Vitória, que é o primeiro clube fora do Z-4.

Mal a bola rolou e Robinho quase marca, num chute de fora, que Danilo Fernandes pôs para escanteio. O Galo continuou melhor, trocando passes, envolvendo a zaga adversária. Em lance fortuito, William chutou forte de longe e Victor fez ótima defesa. Aos 14, no entanto, Robinho levantou para Fred, que cabeceou e apanhou o rebote do goleiro para abrir o placar.

O Inter sentiu o gol. Não conseguia impedir a movimentação do adversário. Tanto que aos 28, o lateral Ceará, que tinha a bola dominada, entregou para Clayton, que tirou Paulão da frente e bateu à direita: 2 a 0. Os alvinegros mais otimistas acreditaram num massacre. E os colorados mais pessimistas temeram um desastre. O Atlético, no entanto, relaxou, e tomou um gol, após cobrança de lateral, que terminou com a finalização de Gustavo Ferrareis: 2 a 1. Pouco depois, o apoiador, o mais eficiente do Inter na primeira etapa, invadiu a área e tentou encobrir Victor, chutando por cima da baliza.

O time gaúcho trocou Eduardo Sasha, machucado, por Valdivia, no intervalo. E voltou bem melhor, jogando praticamente no campo do Galo, que já não conseguia sair da defesa para o ataque com a facilidade do tempo inicial. O problema do Inter é que não criava oportunidades efetivas. Aos 24, Marcelo Oliveira sacou Cazares e Fred, pondo Datolo e Lucas Pratto, para mudar a cara do Atlético, que até cresceu um pouquinho, embora o adversário continuasse brigando para chegar ao empate.

Celso Roth demorava muito a mexer. Quando se preparava para fazê-lo, a dupla de argentinos lançada pelo treinador tabelou na área, e Lucas Pratto concluiu cruzado, liquidando a possibilidade de o Colorado igualar.

Ambos voltam a jogar no sábado, 1º de outubro. O Atlético enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, e o Inter recebe o Figueirense, em Porto Alegre.

 

ATLÉTICO / MG 3 x 1 INTERNACIONAL

Data: Domingo, 25 de setembro de 2016.

Competição: Campeonato Brasileiro / 27ª rodada.

Local: Estádio Raimundo Sampaio / Independência, em Belo Horizonte / MG.

Arbitragem: Péricles Bassols Pegado Cortez, Cléberson do Nascimento Leite e Clóvis Amaral da Silva / PE.

Gols: Fred 14’, Clayton 28’, Gustavo Ferrareis 30’ e Lucas Pratto 80’.

ATLÉTICO: Victor, Carlos César (Patric 74’), Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Júnior Urso, Rafael Carioca, Clayton e Cazares (Datolo 69’); Robinho e Fred (Lucas Pratto 69’). Técnico: Marcelo Oliveira.

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes, William, Paulão, Ernando e Ceará; Fernando Bob, Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis e Alex (Anderson 85’); Eduardo Sasha (Valdivia – intervalo) e Aylon (Brener 84’). Técnico: Celso Juarez Roth.

 

Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional