O Flamengo fez uma boa partida e cumpriu a sua obrigação diante um Pacaembu com quase 30 mil presentes. Venceu o Figueirense por 2 a 0, um gol em cada tempo, e manteve a segunda colocação no Brasileiro, com 50 pontos, um atrás do líder Palmeiras. O Alvinegro não ameaçou em momento algum.

A previsão se confirmou assim que a bola rolou. O time carioca, completo, pressionando o catarinense, desfalcado e com algumas improvisações. Restava saber se o gol rubro-negro sairia, quando e como, embora no futebol, isso é fato, há sempre a possibilidade de o adversário, mesmo fragilizado, aprontar. Um chute de Diego, aos 17 minutos, e uma cabeçada de William Arão, aos 20, assustaram o Figueirense. Aos 31, Ayrton pôs a mão na bola, na área, mas Gatito Fernandez defendeu o pênalti cobrado por Leandro Damião. Aos 36, enfim, Rafael Vaz fez lançamento longo, pelo alto, e William Arão testou à direita, sem chance para o goleiro: 1 a 0.

O Alvinegro voltou para a etapa derradeira com Ferrugem no lugar de Yago, mas continuou recuado, proporcionado ao Flamengo duas oportunidades, a primeira com Leandro Damião, que finalizou por cima, livre, após passe de Éverton, a outra em três lances seguidos, com Réver – batendo na trave, Leandro Damião, que furou, e Gabriel, em cima do próprio centroavante. Aos 12, Tuca Guimarães trocou Marlon por Rafael Silva, e percebendo de que nada adiantaria ficar atrás por todo o tempo, mandou o time avançar. Aos 15, Zé Ricardo substituiu Gabriel por Fernandinho, e aos 17, Leandro Damião por Felipe Vizeu.

Aos 19, Felipe Vizeu invadiu a área e foi derrubado por Bruno Alves. Diego cobrou à direita, Gatito Fernandez ainda tocou na bola, mas o placar mexeu: 2 a 0. O Figueirense pôs Élvis na vaga de Bady. Sem muita imaginação, o time catarinense se limitava a levantar bolas na área, sem sucesso. Aos 39, Marquinhos Pedroso, que já recebido o cartão amarelo, agarrou Fernandinho por trás e foi expulso. Restava ao Flamengo brigar por um saldo de gols maior. Mas não o fez. Os três pontos, no entanto, estavam garantidos.

Ambos voltam a campo no domingo, 25: o Flamengo joga contra o Cruzeiro, no Espírito Santo, e o Figueirense recebe o Santa Cruz, em Florianópolis.

 

FLAMENGO 2 x 0 FIGUEIRENSE / SC

Data: Domingo, 17 de setembro de 2016.

Competição: Campeonato Brasileiro / 26ª rodada.

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho / Pacaembu, em São Paulo / SP.

Público: 28.168 pagantes / 29.778 presentes / 1.610 gratuidades.

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho van Gasse / SP.

Gols: William Arão 36’ e Diego 69’ (pênalti).

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Cuellar, William Aarão, Diego e Gabriel (Fernandinho 60’); Éverton (Alan Patrick 71’) e Leandro Damião (Felipe Vizeu 62’). Técnico: José Ricardo Mannarino.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernandez, Ayrton, Nirley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Werley, Jéferson, Bady ( Élvis 66’) e Marlon (Rafael Silva 57’); Yago (Ferrugem – intervalo) e Maurides. Técnico: Antônio Carlos Guimarães – Tuca Guimarães.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo