Peru e Argentina empataram por 2 a 2 no Estádio Nacional de Lima, bom resultado para o time visitante, que sofreu pressão ao longo de todo o segundo tempo, e ruim para o da casa, que permaneceu distante da zona de classificação para o Mundial-2018, com oito pontos, a oito da seleção dirigida por Edgardo Bauza, que é a quinta colocada.

A Argentina abriu o placar aos 15 minutos. Dybala cobrou escanteio, Aguero dividiu com Yotún, e a bola sobrou para Funes Mori, que chutou em Alberto Rodriguez, e pegou o rebote para finalizar o canto esquerdo do goleiro. O Peru empatou aos 13 da etapa final. Trauco fez cruzamento da intermediária, Guerrero aparou no peito e concluiu sem chance para Romero. A Argentina voltou a marcar aos 31, com Higuaín tocando na saída de Gallese, após bom passe de Zabaleta: 2 a 1. Aos 37, no entanto, Funes Mori empurrou Guerrero por trás na área, após falha de Mascherano, e Cueva cobrou o pênalti – bem assinalado pelo brasileiro Sandro Meira Ricci – à direita: 2 a 2.

A classificação após a 9ª rodada: Uruguai, 19 pontos – Brasil, 18 – Equador, Colômbia e Argentina, 16 – Paraguai, 12 – Chile, 11 – Peru, 8 – Bolívia, 7 – Venezuela, 2.

A próxima rodada / terça, 11 de outubro: Bolívia x Equador (La Paz), Colômbia x Uruguai (Barranquilla), Chile x Peru (Santiago), Argentina x Paraguai (Córdoba) e Venezuela x Brasil (Mérida).

 

PERU 2 x 2 ARGENTINA

Data: Quinta-feira, 6 de outubro de 2016.

Competição: Eliminatórias Copa do Mundo 2018 / América do Sul / 9ª rodada.

Local: Estádio Nacional José Diaz, em Lima / Peru.

Arbitragem: Sandro Meira Ricci, Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho van Gasse / Brasil.

Gols: Ramiro Funes Mori 15’, Paolo Guerrero 58’, Gonzalo Higuaín 76’ e Christian Cueva 82’ (pênalti).

PERU: Pedro Gallese, Aldo Corzo, Christian Ramos, Alberto Rodriguez e Miguel Trauco; Yoshimar Yotún, Renato Tapia, Christian Benavente (Beto da Silva – intervalo) e Christian Cueva (Carlos Lobatón 84’); Edison Flores (Raúl Ruidiaz 58’) e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca (Argentina).

ARGENTINA: Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Nicolas Otamendi, Ramiro Funes Mori e Marcos Rojo; Javier Mascherano, Matias Kranevitter e Angel di Maria; Paulo Dybala (Angel Correa 64’), Sergio Aguero (Ever Banega 73’) e Gonzalo Higuaín. Técnico: Edgardo Baúza.

 

Foto: FPF