Após sofrer alguns sustos na etapa inicial, o Uruguai derrotou a Venezuela por 3 a 0, em Montevidéu, e manteve a liderança isolada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, com 19 pontos, e só poderá ser alcançado na próxima rodada, a 10ª, que acontecerá na próxima terça-feira, dia 11.

A Vinotinto começou surpreendendo, mantendo o time na frente, inibindo a saída da Celeste, e criando pelo menos duas chances em 15 minutos, ambas em finalizações de Juanpi Añor. A seleção dirigida por Rafael Dudamel marcava bem no meio e avançava com velocidade. O Uruguai só chutou pela primeira vez com Suarez, aos 18, por cima.

Mas a Venezuela continuou dando as cartas. Tanto que desperdiçou rara oportunidade aos 21, em jogada parecida com a que havia ocorrido na partida entre Itália e Espanha, horas antes, em Turim. Peñaranda foi levando, Muslera deixou a área para rebater, furou de maneira espetacular, e o meia conseguiu concluir à direita, para fora, com a baliza escancarada. A Celeste passava a impressão de estar engessada. Aos 25, Peñaranda rolou para Salomon, que ficou livre na frente do goleiro, e também completou pela linha de fundo.

Pois quem não faz, acaba levando: aos 28, Suarez cruzou da esquerda e Lodeiro mergulhou para cabecear forte, abrindo enfim o placar. A Vinotinto não desistiu. Aos 33, Guerra empatou, apanhando bola cortada por Gaston Silva, mas a arbitragem equivocadamente anulou o gol, alegando posição irregular.

Assim, o Uruguai retornou para a etapa derradeira disposto a liquidar de vez. Com um minuto, Cavani chutou forte na entrada da área, sem chance para Hernandez: 2 a 0. Daí em diante, a equipe da casa tomou conta da partida. E não teve mais qualquer preocupação, notadamente depois que Vizcarrondo, que já havia recebido o cartão amarelo, agarrou Suarez e foi expulso, aos 19. Aos 34, Sanchez rolou da direita para área, Suarez deu um taquito para trás, e Cavani mandou a pancada: 3 a 0.

As mudanças efetuadas pelos treinadores não modificaram o panorama da partida e sequer o resultado. O Uruguai agora joga contra a Bolívia, em La Paz, e a Venezuela recebe o Brasil, em Mérida.

 

URUGUAI 3 x 0 VENEZUELA

Data: Quinta-feira, 6 de outubro de 2016.

Competição: Eliminatórias Copa do Mundo 2018 / América do Sul / 9ª rodada.

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu / Uruguai.

Arbitragem: Raul Orozco Delgadillo, José Alberto Antelo Aranz e Juan Pablo Montaño Arias / Bolívia.

Expulsão: Osvaldo Vizcarrondo 64’.

Gols: Nicolas Lodeiro 29’, Edinson Cavani 46’ e 78’.

URUGUAI: Fernando Muslera, Mathias Corujo, Diego Godín, Sebastian Coates e Gaston Silva (Alvaro Pereira 89’); Arevalo Rios, Carlos Sanchez, Nicolas Lodeiro (Mathias Vecino 67’) e Christian Rodriguez (Diego Laxalt 81’); Edinson Cavani e Luis Suarez. Técnico: Oscar Washington Tabarez Sclavo – Oscar Tabarez.

VENEZUELA: David Hernandez, Alexander Gonzalez, Wilker Angel, Oswaldo Vizcarrondo e Mikael Villanueva; Arquimedes Figueras (Romulo Otero 81’), Alejandro Guerra, Tomas Rincon e Juanpi Añor (José Velasquez 66’); Adalberto Penaranda (Josef Martínez 61’) e Salomon Rondon. Técnico: Rafael Edgar Dudamel Ochoa.

 

Foto: @AUFOficial