O Flamengo é sem dúvida um clube preconceituoso com jogadores do Norte e do Nordeste. Basta examinar uma breve relação dos jogadores das duas regiões que conquistaram títulos pelo clube em todos os tempos. São tantos que os próprios rubro-negros sequer conseguirão lembrar. Se você, que torce pelo Flamengo, terá tal dificuldade, imagine quem fez a absurda acusação. Vamos a eles, por ordem cronológica, de ambos os períodos, amadorismo e profissionalismo:

– Alagoas: Zagallo, Tomires, Dida, Peu e Eduardo Gabriel.

– Amazonas: Amado e Gilmar Popoca.

– Bahia – Seabra, Nandinho, Rodrigues Marinheiro, Nilo, Tinho, Vicentinho, Toninho, Nunes, Bebeto, Aldair, Júnior Baiano, Fabão, Marcelo Santos, Edílson, Obina, Advaldo, Jean Narde, Marquinhos, Vander, Élton, Feijão, Gabriel, Hernâne Brocador, Léo Moraes, Nixon e Wallace Reis.

– Ceará: Babá, Jônatas e Igor Freire.

– Maranhão: Clemer e Márcio Araújo.

– Pará: Vevé, Esquerdinha, Doutor Sócrates, Charles Guerreiro, Bebeto Melo e Roma.

– Paraíba: Indio, Júnior, Marcelinho Paraíba e Léo Henrique.

– Pernambuco: Cido, Duca, Geraldo José, Douglas Baggio, Almir Pernambuquinho, Iranildo e Recife.

– Piauí: Zé Maria 1996 e Renê – sim, o Renê atual.

– Rio Grande do Norte: Dequinha e Val.

– Sergipe: Narciso e Jaílton.

Baita preconceito. Ou não?