No Estadual, também. Foi quatro vezes campeão: 1948, 1968, 1990 e 1997. E os cruz-maltinos apenas em 2015.

Botafogo e Vasco decidem nos dias 1º e 8 de maio o Estadual do Rio de Janeiro. Os clubes disputaram até hoje 11 decisões em competições oficiais. O placar geral é favorável aos alvinegros de General Severiano: 8 a 3. No Estadual, também. Foi quatro vezes campeão: 1948, 1968, 1990 e 1997. E os cruz-maltinos apenas em 2015.

 

Ocorreram ainda outras duas finais, não consideradas aqui. A primeira pelo Torneio Municipal de 1951, também chamado de Taça Prefeitura do Distrito Federal – o Rio era a capital do Brasil. Foi em 20 de junho daquele ano, no Estádio do Fluminense, nas Laranjeiras, e o Botafogo venceu por 3 a 0. Marcaram Geraldo, Baduca e Dino da Costa. Mas o Vasco – e outros concorrentes – jogaram com times amadores.

A outra decisão valeu pela Copa Rio-Brasília, essa de caráter amistoso. Aconteceu em 14 de julho de 1996, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, e o time de General Severiano ganhou por 2 a 0, gols de Túlio e Bentinho.

Interestadual

Vale ressaltar aqui, ao contrário do que dizem algumas estatísticas, que a vitória do Botafogo por 3 a 0, no Rio-São Paulo de 1966, não foi uma decisão, mas uma partida válida pela nona e última rodada, realizada em 27 de março daquele ano, e que fechou a fase de classificação do torneio. Num outro jogo, Santos e Corinthians empataram por 0 a 0.

Com esses resultados, Botafogo, Corinthians, Santos e Vasco terminaram em primeiro lugar, com 11 pontos cada. Mas a competição não prosseguiu, porque os clubes tiveram vários jogadores convocados para a Seleção Brasileira, que iniciava os treinos para a Copa do Mundo da Inglaterra, e se recusaram a disputar as finais do Rio-São Paulo sem os seus principais craques. Assim, a CBD – antecessora da CBF – foi obrigada a considerar oficialmente os quatro como campeões.

Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo FR

Veja abaixo o resumo e a ficha de todos os jogos

Total

Vitórias do Botafogo

Vitórias do Vasco

Gols do Botafogo

Gols do Vasco

No Estadual

Vitórias do Botafogo

Vitórias do Vasco

Gols do Botafogo

Gols do Vasco

Os 11 jogos

Jogo 1 - Botafogo 3 x 1 Vasco

Data: Domingo, 12 de dezembro de 1948.
Competição: Campeonato Carioca.
Local: Estádio da Rua General Severiano / Botafogo de Futebol e Regatas, no Rio de Janeiro / RJ.
Público: 18.321 pagantes.
Arbitragem: Mário Gonçalves Vianna, Álvaro Gasse Sandi e Amauri Silva Ném / RJ.
Gols: Paraguaio2’, Braguinha40’, Otávio 50’ e Ávila (contra) 52’.

BOTAFOGO: Osvaldo, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirilo, Otávio e Braguinha. Técnico: Alfredo Moreira Júnior – Zezé Moreira.
VASCO: Barbosa, Augusto e Wilson; Eli, Danilo e Jorge; Friaça, Ademir, Dimas, Ipojucan e Chico. Técnico: Flávio Rodrigues Costa – Flávio Costa.

Jogo 2 - Vasco 2 x 0 Botafogo

Data: Domingo, 5 de setembro de 1965.
Competição: 1ª edição da Taça Guanabara.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Público:115.064 pagantes.
Arbitragem: Frederico Lopes, Cláudio Magalhães e Eunápio de Queiroz / RJ.
Expulsões: Paulistinha 62′ e Roberto Miranda 87′.
Gols: Oldair 40′ e Mário 48′.

VASCO: Gainete, Joel, Brito, Fontana e Oldair; Maranhão e Lorico; Luisinho, Célio, Mário e Zezinho. Técnico: Alfred Moreira Júnior – Zezé Moreira.
BOTAFOGO: Manga, Joel, Zé Carlos, Paulistinha e Rildo; Aírton e Gérson; Garrincha, Sicupira, Jairzinho e Roberto Miranda. Técnico: Daniel Pinto.

Jogo 3 - Botafogo 4 x 0 Vasco

 

Data: Domingo, 9 de junho de 1968.
Competição: Campeonato Carioca.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Público: 120.178 pagantes.
Arbitragem: Armando Castanheira da Rosa Marques, Amílcar Ferreira e Antônio Viug / RJ.
Gols: Roberto Miranda 15′, Rogério 33′, Jairzinho 59′ e Gérson 67′.

BOTAFOGO: Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Valtencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo César Lima. Técnico: Mário Jorge Lobo Zagallo – Zagallo.
VASCO: Pedro Paulo, Jorge Luiz, Brito, Ananias (Sérgio) e Ferreira; Bougleaux e Danilo Meneses; Nado (Alcir), Nei Oliveira, Valfrido e Silvinho. Técnico: Paulo de AlmeidaRibeiro  – Paulinho de Almeida.

Jogo 4 - Vasco 2 x 0 Botafogo

 

Data: Domingo, 29 de maio de 1977.
Competição: 13ª edição da Taça Guanabara / 1º turno do Campeonato Estadual.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Arbitragem: Luiz Carlos Félix, José Roberto Wright e Valquir Pimentel / RJ.
Público: 131.741 pagantes.
Gols: Roberto Dinamite 66′ e 68′.

VASCO: Mazaropi, Orlando, Abel, Geraldo e Marco Antônio; Zé Mário, Zanata e Dirceu; Wilsinho (Fumanchu), Roberto Dinamite e Ramon (Helinho). Técnico: Orlando Fantoni.
BOTAFOGO: Zé Carlos, Perivaldo, Osmar, Odélio e Rodrigues Neto; Carbone (Luisinho), Paulo César Lima e Manfrini; Gil, Dé e Mário Sérgio. Técnico: Sebastião Leônidas.

(*) O Botafogo precisava vencer para provocar um jogo extra.

Jogo 5 - Botafogo 1 x 0 Vasco

 

Data: Domingo, 29 de julho de 1990.
Competição: Campeonato Estadual / Triangular Decisivo.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Arbitragem: Cláudio Garcia / RJ.
Público: 35.083 pagantes.
Gol: Carlos Alberto Dias 48′.

BOTAFOGO: Ricardo Cruz, Paulo Roberto, Wilson Gottardo, Gonçalves e Renato; Carlos Alberto Santos, Luisinho e Djair (Gustavo); Donizete, Valdeir e Carlos Alberto Dias. Técnico: Joel Martins da Fonseca – Joel Martins.
VASCO: Acácio, Luis Carlos Winck, Célio Silva, Quiñonez e Mazinho; Zé do Carmo, Marco Antônio Boiadeiro, Tita e William (Roberto); Sorato e Bismarck. Técnico: Alcir Pinto Portela – Alcir Portela.

Jogo 6 - Botafogo 1 x 0 Vasco

 

Data: Domingo, 30 de março de 1997.
Competição: 33ª edição da Taça Guanabara.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Arbitragem: Carlos Elias Pimentel, Élson Passos Filho e João José Loureiro / RJ.
Público: 81.893 pagantes.
Gol: Gonçalves 77′.

BOTAFOGO: Vágner, Wilson Goiano, Jorge Luis, Gonçalves e Jéfferson; Marcelinho Paulista, Pingo, Djair e Aílton; Bentinho e Sorato (Dimba). Técnico: Joel Natalino Santana – Joel Santana.
VASCO: Carlos Germano, Pimentel, Tinho, João Luis e Felipe; Luisinho (Pedrinho), Fabrício, Juninho e Ramon; Almir (Mauricinho) e Edmundo. Técnico: Antônio Lopes dos Santos – Antônio Lopes.

(*) O regulamento previa que os dois primeiros colocados do primeiro turno do Campeonato Estadual decidiriam a Taça GB num jogo extra, que não valeu pontos para o campeonato. O Botafogo terminou o primeiro turno do Campeonato Estadual com 33 pontos e o Vasco com 25.

Jogo 7 - Botafogo 1 x 0 Vasco

 

Data: Domingo, 8 de julho de 1997.
Competição: Campeonato Estadual / Finais.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Arbitragem: Sidrack Marinho dos Santos / SE.
Público: 16.854 pagantes.
Gol: Dimba 78′.

BOTAFOGO: Vágner, Wilson Goiano, Jorge Luis, Gonçalves e Jéfferson; Marcelinho Paulista, Pingo, Djair e Aílton (Marcelo Alves); Bentinho e Dimba (Robson). Técnico: Joel Natalino Santana – Joel Santana.
VASCO: Caetano, Pimentel, Moisés, Alex e Felipe; Luisinho (Luis Cláudio), Fabrício, Juninho e Ramon (Brener); Pedrinho e Edmundo. Técnico: Antônio Lopes dos Santos – Antônio Lopes.

Jogo 8 - Botafogo 2 x 0 Vasco

 

Data: Domingo, 21 de fevereiro de 2010.
Comnpetição: 46ª edição da Taça Guanabara / 1º turno do Campeonato Estadual.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro / RJ.
Público: 66.957 pagantes.
Juiz: Marcelo de Lima Henrique, Dibert Pedrosa Moisés e Ricardo Maurício Ferreira de Almeida / RJ.
Expulsões: Nílton 71′ e Titi 83′.
Gols: Fábio Ferreira 70’ e Loco Abreu 84’ (pên).

BOTAFOGO: Jéferson, Fábio Ferreira, Fahel e Wellington; Alessandro, Leandro Guerreiro, Eduardo, Lúcio Flávio (Caio 62’) e Marcelo Cordeiro; Herrera (Renato Cajá 88’) e Loco Abreu. Técnico: Joel Natalino Santana – Joel Santana.
VASCO: Fernando Prass, Élder Granja, Fernando, Titi e Márcio Careca; Nilton, Léo Gago (Magno – intervalo) (Rodrigo Pimpão 78’), Souza (Rafael Carioca 65’) e Philippe Coutinho; Carlos Alberto e Dodô. Técnico: Vágner Carmo Mancini – Vágner Mancini.

Jogo 9 - Botafogo 3 x 1 Vasco

 

Data: Domingo, 29 de abril de 2012.
Competição: 29ª edição da Taça Rio de Janeiro / 2º turno do Campeonato Estadual.
Local: Estádio João Havelange / Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).
Público: 35.321 pagantes.
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães, Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Rodrigo Figueiredo Correia (RJ).
Gols: Loco Abreu 4’ e 45’, Maicossuel 48’ e Carlos Alberto 80’.

BOTAFOGO: Jéferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Fellype Gabriel (Gabriel 82’), Andrezinho (Jadson 64’) e Elkeson; Maicossuel (Herrera 77’) e Loco Abreu. Técnico: Oswaldo de Oliveira Filho.
VASCO: Fernando Prass, Fagner (Carlos Alberto 68’), Renato Silva, Rodolfo e Tiago Feltri; Rômulo, Felipe Bastos, Felipe (Allan – intervalo) e Diego Souza; Eder Luiz e Alecsandro (Juninho Pernambucano – intervalo). Técnico: Cristóvão Borges dos Santos – Cristóvão Borges.

Jogo 10 - Botafogo 1 x 0 Vasco

 

Data: Domingo, 10 de março de 2013.
Competição: 49ª edição da Taça Guanabara / 1º turno do Campeonato Estadual.
Local: Estádio João Havelange / Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).
Público: 32.770 pagantes.
Arbitragem: Wagner Nascimento Magalhães, Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Michael Correia (RJ).
Gol: Lucas 80′.

BOTAFOGO: Jéferson, Lucas, Dória, Bolívar e Júlio César; Marcelo Mattos (Vitinho – intervalo), Gabriel, Fellype Gabriel, Lodeiro (André Bahia 86′) e Seedorf; Rafael Marques (Bruno Mendes 65′). Técnico: Oswaldo de Oliveira Filho.
VASCO: Alessandro, Nei, Dedé, Renato Silva e Tiago Feltri (Felipe Bastos 74′); Abuda, Wendell (Dakson 84′), Pedro Ken e Carlos Alberto; Éder Luiz e Bernardo (Romário 84′). Técnico: Carlos Roberto Obrigo da Cunha – Gaúcho.

(*) Decisão: o Vasco jogou pelo empate.

Jogo 11 - Vasco 2 x 1 Botafogo

 

Data: Domingo, 3 de maio de 2015.
Competição: Campeonato Estadual / Finais.
Local: Estádio Jornalista Mário Filho / Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).
Público: 58.446 pagantes.
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães, Dibert Pedrosa Moisés e Rodrigo Figueiredo Henrique Correia (RJ).
Gols: Rafael Silva 45′, Diego Jardel 74′ e Gilberto 92′.
Expulsão: Fernandes 83′.

VASCO: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Christianno; Guiñazú, Serginho, Julio dos Santos (Lucas 83′) e Rafael Silva (Marcinho 71′); Dagoberto (Bernardo 67′) e Gilberto. Técnico: Doriva Guidoni Júnior – Doriva.
BOTAFOGO:  Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Tiago Carleto; Marcelo Mattos, William Aarão (Fernandes 28′) , Tomas Bastos (Diego Jardel – intervalo) e Luiz Ricardo (Sassá 61′); Rodrigo Pimpão e Bill. Técnico: Renê Rodrigues Simões – Renê Simões.