A 15ª edição da Copa de Nações da Europa, que será disputada entre 10 de junho e 10 de julho próximos, é sobretudo uma experiência, pois pela primeira vez o torneio contará com 24 seleções, um exagero, dado que o continente tem 53 países filiados à Fifa, ou seja, quase a metade deles estará presente na França.

Graças ao inchaço, Albânia, Eslováquia, Gales, Irlanda do Norte e Islândia poderão fazer as suas estréias. Mas parece pouco provável, tal a distância entre os elencos, que ocorra uma zebra, como as mais famosas da história, a Dinamarca de 1992 e a Grécia de 2004.

Assim, não há como fugir do óbvio: a seleção da casa, além de Alemanha, Espanha e Inglaterra, pela ordem, são as favoritas. É importante ressaltar que outra poderosa, a Itália, nunca deve ser descartada, pela sua tradição e porque também reúne alguns jogadores de qualidade. E que a Rússia, sede da Copa do Mundo de 2018, e que carrega na Euro o legado da extinta União Soviética – campeã em 1960 e vice em 1964, 1972 e 1988 – também tem um mínimo de chance.

A França disponibilizará 10 sedes: Lens, Lille, Marselha, Paris, Saint-Denis, Saint Etiènne e Toulouse, além das cidades que apresentarão estádios novos, o Bordeaux-Atlantique, em Bordeaux, o Stade de Lumières, em Lyon, e o Allianz Rivera, em Nice.

Detalhe: apenas duas seleções ganharam a copa continental e foram campeões mundiais em sequência, a Alemanha em 1972 e 1974, e a Espanha, em 2008 e 2010.

Veja abaixo os números da Euro




Ano – Campeão / Vice / Sede

1960 – URSS / França / França

1964 – Espanha / URSS / Espanha

1968 – Itália / Iugoslávia / Itália

1972 – Alemanha / URSS / Bélgica

1976 – Tchecoslováquia / Alemanha / Iugoslávia

1980 – Alemanha / Bélgica / Itália

1984 – França / Espanha / França

1988 – Holanda / URSS / Alemanha

1992 – Dinamarca / Alemanha / Suécia

1996 – Alemanha / República Tcheca / Inglaterra

2000 – França / Itália / Bélgica & Holanda

2004 – Grécia / Portugal / Portugal

2008 – Espanha / Alemanha / Áustria & Suíça

2012 – Espanha / Itália / Polônia & Ucrânia

Total

Alemanha e Espanha

França

Dinamarca, Grécia, Holanda, Itália, Tchecoslováquia e URSS