PARTICIPANTES

————————-

Clube / Data de fundação / Bairro / Cidade

– América Football Club – 18/9/1904 – Tijuca / Rio de Janeiro

– Andarahy Atlético Clube – 9/11/1909 – Andaraí / Rio de Janeiro

– Bangu Athletic Club – 17/4/1904 – Rio de Janeiro

– Botafogo Football Club – 12/8/1904 – Botafogo / Rio de Janeiro

– Club de Regatas do Flamengo – 15/11/1895 – Flamengo / Rio de Janeiro

– Fluminense Football Club – 21/7/1902 – Laranjeiras / Rio de Janeiro

– São Cristóvão Athletic Club – 15/7/1909 – São Cristóvão / Rio de Janeiro

Primeiro turno

——————

FLAMENGO 1 x 1 SÃO CRISTÓVÃO

Data: Domingo, 10 de abril de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 1º turno / 1ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: José França de Paula Ramos / América.

Gols: Baiano 52’ e Pereira Lima 57’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Carregal, Aníbal Candiota, Pereira Lima, Nonô e Orlando. Técnico: Ramon Platero / Uruguai.

SÃO CRISTÓVÃO: Carnaval, Ary e Martins; Olivar, Luiz Vinhaes e Epaminondas; Artur, Real, Baiano, Pellinho e Décio. Técnico: Luiz Vinhaes / capitão.

FLAMENGO 2 x 4 BANGU

Data: Domingo, 24 de abril de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 1º turno / 2ª rodada.

Local: Estádio Bangu Atlético Clube / Rua Ferrer, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Robert Lindsay Todd / Inglaterra.

Gols: Nonô (Flamengo) 2’ e 4’, Pastor 31 ‘ 67’, Antenor 45’ e Nonô (Bangu) 74’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Carregal, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Ramon Platero / Uruguai.

BANGU: Mattos, Luiz Antônio e Leitão; Osvaldo, Joppert e Valdemiro; Frederico, Pastor, Claudionor, Nonô e Antenor. Técnico: Claudionor Correia – Bolão / capitão.

FLAMENGO 4 x 0 AMÉRICA

Data: Domingo, 1º de maio de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 1º turno / 3ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Robert Lindsay Todd / Inglaterra.

Gols: Nonô 1’ e 60’, Sidney Pullen 30’ e Aníbal Candiota 77’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Japonês; Galvão Bueno, Junqueira, Nonô, Aníbal Candiota e Orlando. Técnico: Ramon Platero / Uruguai.

AMÉRICA: Mirim, Peres e Barata; Miranda, Avellar e Hugo; Barroso, Gilberto, Chico, Manteiga e Guaraci. Técnico: Comissão de Football – liderada por Jayme Pereira Barcellos.

FLAMENGO 4 x 3 FLUMINENSE

Data: Domingo, 29 de maio de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 1º turno / 4ª rodada.

Local: Estádio Fluminense Football Club / Laranjeiras, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Robert Lindsay Todd / Inglaterra.

Gols: Junqueira 10’ e 34’, Machado 35’, 57’ e 71’, Nonô 46’ e Aníbal Candiota 66’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Japonês. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

FLUMINENSE: Gerdal, Moreira e Chico Netto; Ataliba Faro, Silvio e Fortes; Paulo Vianna, Preguinho, Welfare, Machado e Bacchi. Técnico: Pode Pedersen / Dinamarca.

FLAMENGO 2 x 2 BOTAFOGO

Data: Domingo, 5 de junho de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 1º turno / 5ª rodada.

Local: Estádio Botafogo Football Club / Rua General Severiano, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Altamiro Mourão dos Santos / Villa Isabel Football Club.

Gols: Junqueira 16’, Petiot 23’, Riva 36’ e Japonês 76’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Japonês. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

BOTAFOGO: Haroldo, Monti e Palamone; Police, Alfredinho e Colô; Leite de Castro, Riva, Vadinho, Petiot e Elviro. Técnico: Comissão de Football – liderada por Luiz “Lulu” Martins da Rocha.

FLAMENGO 3 x 3 ANDARAHY

Data: Domingo, 12 de junho de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 1º turno / 6ª rodada.

Local: Estádio Andarahy Atlético Clube / Rua Prefeito Serzedelo Correia, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Gabriel de Carvalho / América.

Gols: Sidney Pullen 16’, João 38’, Junqueira 39’, Nonô 53’, Betinho 72’ e Valdemar 76’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

ANDARAÍ: Otto, Americano e Caratori; Nicolino, Bráulio e Coutinho; João, Coppert, Valdemar, Urias e Betinho. Técnico: Adolpho Caratori / capitão.

Segundo turno

——————-

FLAMENGO 6 x 3 SÃO CRISTÓVÃO

Data: Domingo, 26 de junho de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 2º turno / 1ª rodada.

Local: Estádio São Cristóvão Athletic Club / Rua Figueira de Mello, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Arnaud Reis / Sport Club Rio de Janeiro.

Gols: Galvão Bueno 10’, 20’ e 53’, Raul 14’, Baiano 27’, Sidney Pullen 37’ e 65’, Nonô 46’ e Nesi 49’ (pênalti – Santiago / mão na bola).

FLAMENGO: Kuntz, Santiago e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

SÃO CRISTÓVÃO: Carnaval, De Maria e Martins; Luiz Vinhaes, Epaminondas e Nesi; Artur, Raul, Rubens, Baiano e Artur. Técnico: Luiz Vinhaes / capitão

(*) Kuntz defendeu pênalti (Telefone / mão na bola) cobrado por Baiano aos 29 minutos.

FLAMENGO 3 x 3 AMÉRICA

Data: Domingo, 17 de julho de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 2º turno / 2ª rodada.

Local: Estádio América Football Club / Rua Campos Salles, no Rio de Janeiro / RJ

Arbitragem: Edgard de Oliveira / Sport Club Mangueira.

Gols: Osvaldinho 12’, Junqueira 54’, Nonô 61’, Manteiga 63’, Chico 66’ e Telefone 76’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

AMÉRICA: Tomich, Peres e Barata; Osvaldo, Miranda e Avellar; Barroso, Gilberto, Chico, Manteiga e Ribeiro. Técnico: Comissão de Football – liderada por Jayme Pereira Barcellos.

(*) Tomich defendeu pênalti ( falta de Peres em Orlando) cobrado por Telefone, mas o zagueiro apanhou a rebatida, e marcou, aos 76 minutos, o terceiro gol do Flamengo.

FLAMENGO 2 x 3 ANDARAHY

Data: Domingo, 24 de julho de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 2º turno / 3ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Ferreira Vianna Netto / Flamengo.

Gols: Gilabert 11’, Coppert 31’ e 38’, Nonô 40’ e Aníbal Candiota 46’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Santiago; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

ANDARAÍ: Otto, Americano e Caratori; Batista, Bráulio e Coutinho; João, Coppert, Gilabert, Valdemar e Machado. Técnico: Adolpho Caratori / capitão.

(*) Ferreira Vianna Netto, então dirigente do Flamengo, substituiu Narciso Bastos, árbitro escalado para dirigir a partida, e que não compareceu ao estádio do Rubro-Negro.

FLAMENGO 1 x 1 FLUMINENSE

Data: Domingo, 7 de agosto de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 2º turno / 4ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Adaucto de Assis / Correio da Manhã.

Gols: Paulo Vianna 30’ e Junqueira 62’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

FLUMINENSE: Marcos, Vidal e Othelo; Mutz, Honório e Fortes; Paulo Vianna, Zezé, Welfare, Machado e Bacchi. Técnico: Pode Pedersen / Dinamarca.

FLAMENGO 3 x 1 BOTAFOGO

Data: Domingo, 21 de agosto de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 2º turno / 5ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Pedro Santos / Sport Club Mangueira.

Gols: Leite de Castro 48’, Aníbal Candiota 62’ e 69’ e Junqueira 72’ (pênalti – falta de Alemão em Junqueira).

FLAMENGO: Kuntz, Santiago e Telefone; Rodrigo, João de Deus Candiota e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

BOTAFOGO: Haroldo, Palamone e Alemão; Police, Alfredinho e Colô; Leite de Castro, Nilo, Vadinho, Petiot e Elviro. Técnico: Comissão de Football – liderada por Luiz “Lulu” Martins da Rocha.

FLAMENGO 2 x 0 BANGU

Data: Domingo, 29 de agosto de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / 2º turno / 6ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arrbitragem: Narciso Bastos / Club de Regatas Vasco da Gama.

Gols: Aníbal Candiota 21 e Nonô 53’.

FLAMENGO: Kuntz, Santiago e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

BANGU: Mattos, Leitão e Luiz Antônio; Osvaldo, Joppert e Tatá; Valdemiro, Pastor, Claudionor, Nonô e Antenor. Técnico: Claudionor Correia – Bolão / capitão.

Decisão

———-

FLAMENGO 2 x 1 AMÉRICA

Data: Domingo, 4 de setembro de 1921.

Competição: Campeonato Carioca / Liga Metropolitana de Desportos Terrestres / Jogo Extra / Decisão.

Local: Estádio Fluminense Football Club / Laranjeiras, no Rio de Janeiro / RJ.

Público: 15.300 pagantes: 10.000 arquibancadas / 5.000 gerais / 300 cadeiras numeradas.

Arbitragem: Everardo Martins Tinoco, Joaquim Antônio Leite de Castro e Nestor Duque Estrada de Barros / Botafogo.

Gols: Chico 43’ e Nonô 62’ / Na prorrogação: Aníbal Candiota 7’.

FLAMENGO: Kuntz, Burgos e Telefone; Rodrigo, Sidney Pullen e Dino; Galvão Bueno, Aníbal Candiota, Nonô, Junqueira e Orlando. Técnico: Comissão de Football – liderada por José de Almeida Netto – Telefone e Sidney Pullen.

AMÉRICA: Tomich, Peres e Barata; Osvaldinho, Miranda e Avellar; Barroso, Gilberto, Chico, Manteiga e Ribeiro. Técnico: Comissão de Football – liderada por Jayme Pereira Barcellos.

A CAMPANHA

———————-

– Jogos: 13

– Vitórias: 6

– Empates: 5

– Derrota: 2

– Gols pró: 35

– Média de gols a favor: 2,69

– Gols contra: 25

– Média de gols contra: 1,92

– Saldo de gols: 10

ARTILHEIROS

———————-

– 11 gols: Nonô

– 7 gols: Aníbal Candiota e Junqueira

– 4 gols: Sidney Pullen

– 3 gols: Galvão Bueno

– – 1 gol: Japonês, Pereira Lima e Telefone

PARTICIPARAM

————————-

Total: 16 jogadores

# 13 jogos

– Kuntz (Júlio Kuntz Filho – Novo Hamburgo / RS, 3/9/1897 – goleiro)

– Nonô (Claudionor Gonçalves da Silva – Rio de Janeiro / RJ, 1º/1/1899 – atacante)

– Rodrigo (Rodrigo Antônio Brandão – Rio de Janeiro / RJ, 2/4/1897 – médio)

# 12 jogos

– Aníbal Candiota (Anibal Médicis Machado – Bagé / RS, 14/6/1900 – atacante)

– Dino (Antônio Dino Galvão Bueno – Rio de Janeiro / RJ, 21/9/1901 – médio)

– Junqueira (Durval Junqueira Machado – Uberaba / MG, 12/6/1900 – atacante)

– Sidney Pullen (Sidney Pullen – Southampton / Inglaterra, 14/7/1895 – médio e atacante)

– Telefone (José de Almeida Netto – Rio de Janeiro / RJ, 14/8/1895 – zagueiro)

# 11 jogos

– Galvão Bueno (Álvaro Galvão Bueno – Rio de Janeiro / RJ, 1899 – atacante)

– Orlando (Orlando Moreira Torres – Rio de Janeiro / RJ, 30/12/1899 – atacante)

# 10 jogos

– Burgos (Ruy Lopes de Burgos – Amparo / SP, 30/12/1897 – zagueiro)

# 4 jogos

– Santiago (Ruy Santiago – Itaqui / RS, 29/1/1900 – zagueiro)

# 3 jogos

– Carregal (Oscar Cyrillo Carregal – Rio de Janeiro / RJ, 14/4/1898 – atacante)

– Japonês (Ademar Martins – Rio de Janeiro / RJ, 9/12/1900 – médio e atacante)

# 1 jogo

– João de Deus Candiota (João de Deus Candiota – Bagé / RJ, 24/7/1898 – atacante)

– Pereira Lima (José Pereira Lima – atacante)

# Técnico

– Ramon Platero (Montevidéu / Uruguai) – de 10/4 a

– Ground Committee – liderado por Sidney Pullen

 

# Presidente

– Alberto Burle de Figueiredo

– Advogado e tabelião

– Mandatos: 25/11/18 a 8/11/20 * 2/1/22 a 24/1/23

A CLASSIFICAÇÃO FINAL

—————————————-

Pontos – Jogos – Vitórias – Empates – Derrotas – Gols pró – Gols contra – Saldo

1º Flamengo 18 / 13 / 6 / 5 / 2 / 35 / 25 / 10

2º América 15 / 13 / 6 / 3 / 3 / 28 / 25 / 3

3º Andarahy 12 / 12 / 5 / 2 / 5 / 22 / 28 / -5

4º Bangu 12 / 12 / 4 / 4 / 4 / 22 / 25 / -3

5º Botafogo 11 / 12 / 4 / 3 / 5 / 21 / 17 / 4

6º São Cristóvão 11 / 12 / 4 / 3 / 5 / 16 / 21 / -5

7º Fluminense 8 / 12 / 3 / 2 / 7 / 22 / 24 / -2

OS NÚMEROS

———————

Clubes participantes: 7

Jogos: 42

Gols: 164

Média de gols: 3,90

Maior goleada: Fluminense 5 x 0 Andarahy – 10/5 e Botafogo 5 x 0 Andarahy – 15/5

Artilheiros: Welfare / Fluminense / Série A / 12 gols e Cecy / Villa Isabel / Série B / 15 gols

1) A mais abrangente fonte que existe para obter informações sobre o Campeonato Carioca de 1921 é o acervo da Biblioteca Nacional, disponível na sede da Avenida Rio Branco, e no site da instituição, na internet. A alternativa é consultar os livros que contam as histórias dos clubes, alguns detalhados, outros nem tanto, porém todos válidos. É importante ressaltar que o autor também recorreu aos seus arquivos particulares, reunidos desde a década de 1970. Mas vale lembrar que os arquivos da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres, a federação que organizava o campeonato, não existem mais.

2) Ao contrário do que ocorre hoje com alguma frequência, os jornais não publicavam as biografias dos jogadores, sequer os seus nomes completos. Além disso, vários clubes, e as próprias federações, não tiveram o cuidado de conservar tais informações, notadamente da época do amadorismo (1894-1933), o que impede a identificação completa de muitos deles. Aliás, muitas das informações encontradas na internet não são efetivamente confiáveis, sendo necessária pesquisa detalhada para confirmá-las.

3) Para esclarecer: o técnico ainda não era uma função absolutamente definida, e o cargo podia ser ocupado pelo capitão do time, na prática um líder no campo de jogo, ou por dirigentes ou sócios do clube, que formavam um grupo chamado de ground committee, “comissão de terra”, numa tradução literal. Mas é importante deixar claro que o capitão não era essencialmente um técnico de futebol.

4) Os árbitros eram atletas ou dirigentes de agremiações filiadas à Liga, que tinham comprovadamente o conhecimento completo das regras, e a capacidade, é claro, para a condução de um jogo. No campeonato de 1921, por acordo firmado entre os dois clubes, um jornalista do Correio da Manhã, Adaucto de Assis, dirigiu o Fla-Flu que terminou empatado por 1 a 1, na Rua Paysandu.

5) As partidas eram disputadas em dois tempos de 40 minutos cada. E contamos aqui o tempo dos gols de um a 80 minutos, sem levar em consideração, é claro, o período do intervalo. Assim, por exemplo, um gol marcado com um minuto da etapa derradeira, aparece na súmula como 41’.

6) Só em raríssimas ocasiões os jornais da época publicavam o público presente aos jogos, ou as arrecadações, embora os ingressos aos estádios fossem pagos, mesmo que o futebol, pelo menos oficialmente, continuasse amador. A única partida do Flamengo em 1921 que apresenta a quantidade de público pagante, e a arrecadação, é a decisão contra o América. A informação está apenas na Gazeta de Notícias. Os demais jornais mostram números desencontrados, que giram entre 20 e 25 mil pessoas, o que pode até se aproximar da realidade, ao observarmos nas fotos a quantidade de gente presente ao Estádio das Laranjeiras, e se levarmos em conta que os sócios do Fluminense – cuja quantidade não é citada – entraram de graça.

7) O ponta-esquerda Orlando, do Flamengo, aparece em alguns jornais com o nome de Pororoca, e o meia Muniz, do América, era mais conhecido por Manteiga, o apelido utilizado aqui.

8) O Botafogo foi Football Club até 8 de dezembro de 1942, quando fez a fusão com o Club de Regatas Botafogo, formando o Botafogo de Futebol e Regatas.

9) O São Cristóvão foi Athletic Club até 13 de fevereiro de 1943, quando fez a fusão com o Club de Regatas São Cristóvão, formando o São Cristóvão de Futebol e Regatas.

10) O nome do Andarahy obedece à grafia da época.

11) O Estádio Proletário Guilherme da Silveira, também conhecido por Moça Bonita, só foi inaugurado em 28 de março de 1948, no amistoso em que o Bangu, seu proprietário, venceu o Flamengo por 4 a 2. A Rua Ferrer, no centro daquele bairro da Zona Oeste do Rio, ganhou na década de 1930 o nome de Avenida Cônego Vasconcelos, em homenagem a Alfredo Vasconcelos, antigo pároco da Igreja São Sebastião e Santa Cecília. O espanhol Juan Ferrer foi administrador da Companhia Industrial Progresso do Brasil, a “Fábrica de Tecidos Bangu”, entre 1897 e 1919.

12) O Sport Club Rio de Janeiro, ao qual pertencia o árbitro Arnaud Reis, na prática seu dirigente, foi fundado em 15 de maio de 1914, no bairro de Vila Isabel.

13) O Campeonato Carioca de 1921 foi disputado com os clubes divididos em duas séries, A e B, todos da cidade do Rio de Janeiro. A Série B reunia Americano Futebol Clube (repetindo: não é o de Campos de Goytacazes), Carioca Esporte Clube, Sport Club Mackenzie, Sport Club Mangueira, Palmeiras Atlético Clube, Club de Regatas Vasco da Gama e Villa Isabel Football Club. Ao final das duas séries, o último colocado da A, Fluminense, e o primeiro da B, Villa Isabel, realizaram uma partida chamada de “Eliminatória”, no campo do Botafogo, em 7 de setembro. O Fluminense venceu por 3 a 1. Assim, o Tricolor permaneceu na A, e o Flamengo, campeão dessa série, não precisou enfrentar o Villa Isabel para decidir o título da temporada.

PUBLICAÇÕES CONSULTADAS

———————————————–

# Jornais e revistas

– A Noite

– A Rua

– A União

– Almanak Laemmert

– Careta

– Correio da Manhã

– Fon Fon

– Gazeta de Notícias

– Jornal do Brasil

– Jornal do Commércio

– O Fluminense

– O Imparcial

– O Jornal

– O Malho

– O Paiz

– Sport Illustrado

# Livros

– Almanaque do Flamengo / Clóvis Martins e Roberto Assaf / Editora Abril

– Campos Sales, 118 – A História do América / Fernando Valle e Orlando Cunha / Editora Laudes

– Chuva de Glórias – A trajetória do São Cristóvão / Raymundo Quadros / Editora Pontes

– Fluminense Football Club – História, Conquistas e Glórias / Antônio Carlos Napoleão / Editora Mauad

– Futebol no Botafogo – 1904 a 1950 / Alceu Mendes de Oliveira Castro / Gráfica Milone Ltda

– Histórico do Club de Regatas Vasco da Gama / José da Silva Rocha / Gráfica Olímpica Editora

– Nós é que somos banguenses / Carlos Molinari / Icone Gráfica e Editora