# Leia o texto no fim para entender melhor a matéria

PARTICIPANTES

————————-

Clube / Data de fundação / Bairro / Cidade

– América Football Club – 18/9/1904 – Tijuca / Rio de Janeiro

– Bangu Athletic Club – 17/4/1904 – Rio de Janeiro

– Botafogo Football Club – 12/8/1904 – Botafogo / Rio de Janeiro

– Club de Regatas do Flamengo – 15/11/1895 – Flamengo / Rio de Janeiro

– Club de Regatas Vasco da Gama – 21/8/1898 – São Cristóvão / Rio de Janeiro

– Fluminense Football Club – 21/7/1902 – Laranjeiras / Rio de Janeiro

– Hellênico Athlético Clube – 25/9/16 – Rio Comprido / Rio de Janeiro

– São Cristóvão Athletic Club – 15/7/1909 – São Cristóvão / Rio de Janeiro

– Sport Club Brasil – 18/11/12 – Urca / Rio de Janeiro

– Syrio e Libanez – 1º/6/1921 – Tijuca – Rio de Janeiro

JOGOS DO FLAMENGO

———————————–

FLAMENGO 4 x 1 HELLÊNICO

Data: Domingo, 26 de abril de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 1ª rodada.

Local: Estádio Botafogo Football Club / Rua General Severiano, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Álvaro Ramos Nogueira / Sport Club Brasil.

Gols: Lemos 20′, Aníbal Candiota 39′ e 70′, Vadinho 55′ (pênalti – falta de Dario em Vadinho) e Nonô 66′.

FLAMENGO: Batalha, Pennaforte e Segreto; Hermínio, Eurico e Japonês; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

HELÊNICO: Bailly, Dario e Aldo; Alonso (Braga – intervalo), Nogueira e Antenor; Valdemar, Jaime, Lemos, Afonso e Luiz. Técnico: Comissão de Footbal – liderada por Aluizio Marinho.

FLAMENGO 8 x 0 SPORT CLUB BRASIL

Data: Domingo, 3 de maio de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 2ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: José da Silva Rocha – Rochinha / Vasco.

Gols: Nonô 3′, 35′, 70′ e 80′, Japonês 22′ e Vadinho 26′, 37′ e 54′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Moura, Eurico e Japonês; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

SC BRASIL: Espínola, Porto e Soares; Rubens, Heitor e Neves; Jorge, Armando, Prevot, Raimundo e Flores. Técnico: Rubens Pereira Leite / capitão.

FLAMENGO 2 x 1 BANGU

Data: 10 de maio de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 3ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Casimiro Paula Maria Pereira / Hellênico.

Gols: Vadinho 25′, Nonô 27′ e Antenor 72′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Borba, Eurico e Japonês; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

BANGU: Floriano, Luiz Antônio e Itália; Osvaldo, Frederico e Nonô; Chrystolino, Anchyses, Eduardo, Pastor e Antenor. Técnico: Américo Pastor / capitão.

FLAMENGO 3 x 2 SÃO CRISTÓVÃO

Data: Quarta-feira, 13 de maio de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 4ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Alberto Athayde / Hellênico.

Gols: Vicente 9′ e 44′, Aníbal Candiota 38′, Vadinho 71′ e Nonô 78′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Borba, Sidney Pullen e Japonês; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

SÃO CRISTÓVÃO: Valdemar, Póvoa e Zé Luiz; Julinho, Nesi e Teófilo; Osvaldo, Vicente, Baiano, Mário Pinho e Hermann. Técnico: Comissão de Football – liderada por Gilberto de Almeida Rego.

FLAMENGO 5 x 1 AMÉRICA

Data: Domingo, 24 de maio de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 5ª rodada.

Local: Estádio América Football Club / Rua Campos Salles, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Ary Amarante Agenor Batista Franco / Sport Club Brasil.

Gols: Nonô 35’, 42’, 77’ e 54’, Vadinho 49’ e Chico 62’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Mamede; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

AMÉRICA: Ubirajara, Daniel e Fernando; Badu, Osvaldinho e Hugo; Sayão, Gilberto, Chico, Miro (Guerra – intervalo) e Alberto. Técnico: Comissão de Football – liderada por Jayme Pereira Barcellos.

FLAMENGO 3 x 0 BOTAFOGO

Data: Domingo, 31 de maio de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 6ª rodada.

Local: Estádio Clube de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Francisco Alberto da Costa / Vasco.

Gols: Vadinho 14’ e Nonô 33’ e 72’.

FLAMENGO: Batalha, Penaforte e Hélcio; Japonês, Roberto e Mamede; Nílton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

BOTAFOGO: Pessoa, Couto e Alemão; Pamplona, Alfredinho Silva (Alfredinho Pereira – intervalo) e Lagreca; Leite, Neco, Jolibel, Alemão II e Claudionor. Técnico: Carlos Martins da Rocha – Carlito Rocha.

FLAMENGO 5 x 1 SYRIO E LIBANEZ

Data: Domingo, 7 de junho de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 7ª rodada.

Local: Estádio América Football Club / Rua Campos Salles, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Mário Aguiar / Hellênico.

Gols: Nonô, Vadinho, Aníbal Candiota e Celso no 1º tempo / Aníbal Candiota e Nonô no 2º tempo.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Mamede; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

SYRIO E LIBANEZ: Velloso, Rubens e Jaime; Lemos, Rogério e Válter; Jocelino, Rodas, Celso, Ismael e Amphrísio. Técnico: Comissão de Football.

(*) Não há informação sobre os minutos em que os gols foram assinalados.

FLAMENGO 1 x 3 FLUMINENSE

Data: Domingo, 14 de junho de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 8ª rodada.

Local: Estádio Fluminense Football Club / Laranjeiras, no Rio de Janeiro / RJ.

Público: 25.718 espectadores.

Arbitragem: Guilherme Pastor / Bangu.

Gols: Fortes 10’, Preguinho 36’, Nilo 38’ e Aníbal Candiota 60’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Galvão Bueno; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

FLUMINENSE: Haroldo, Paulo e Léo; Nascimento, Floriano e Fortes; Ary, Lagarto, Nilo, Preguinho e Moura Costa. Técnico: Charles Albert Williams / Inglaterra.

FLAMENGO 2 x 0 VASCO

Data: Domingo, 28 de junho de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 1º turno / 9ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Patrick Donohue / Bangu.

Gols: Vadinho 17’ e 56’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Mamede; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Agenor. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

VASCO: Nélson, Espanhol e José Manuel; Brilhante (Silvio – intervalo), Claudionor e Artur; Pascoal, Fernando, Mílton, Torterolli e Negrito. Técnico: Ramon Platero / Uruguai.

FLAMENGO 5 x 0 HELLÊNICO

Data: Domingo, 5 de julho de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 1ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Mirim Villas Bôas / América.

Gols: Moderato 6’, Nonô 11’, 21’ e 54’ e Vadinho 65’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto (Hermínio – intervalo) e Mamede; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

HELÊNICO: Santa Maria (Bailly – intervalo), Dario e Braga; Lucindo, Nogueira e Antenor; Valdemar, Eurico, Lemos, Olavo e Luiz. Comissão de Football – liderada por Aluizio Marinho.

FLAMENGO 6 x 0 SPORT CLUB BRASIL

Data: Domingo, 12 de julho de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 2ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Guilherme Pastor / Bangu.

Gols: Nonô 30’, 32’, 38’, 61’ e 65’ e Vadinho 68’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Hermínio; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

SC BRASIL: Renato Cotta, Pereira e Heitor; José, Lincoln e Juca; Prevott, Rubem, Ondino, Fragoso e Queirós. Técnico: Antônio Marcolino Fragoso / capitão.

(*) Queirós e Ondino sofreram contusões respectivamente aos 52 e 56 minutos e não foram substituídos por que o Sport Club Brasil não levou reservas para a Rua Paysandu.

FLAMENGO 4 x 3 BANGU

Data: 27 de setembro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 3ª rodada.

Local: Estádio Bangu Atlético Clube / Rua Ferrer, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: José Ferreira Lemos – Juca da Praia / Botafogo.

Gols: Vadinho 7’ e 18’, Nonô 16 e 30’,  Eduardo 24’, Pastor 76’ e Chrystolino 78’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto (Seabra – intervalo) e Hermínio; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

BANGU: Floriano, Luiz Antônio e Itália; Osvaldo, Frederico e César (Nonô – intervalo); Chrystolino, Anchyses, Eduardo, Pastor e Dininho. Técnico: Américo Pastor / capitão.

FLAMENGO 2 x 2 SÃO CRISTÓVÃO

Data: Domingo, 18 de outubro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 4ª rodada.

Local: Estádio São Cristóvão Athletic Club / Rua Figueira de Mello, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Hugo Blume / Syrio e Libanez.

Gols: Nonô 17’, Vicente 56’ e 68’ e Aníbal Candiota 62’.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Zito; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Nonô e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

SÃO CRISTÓVÃO: Paulino, Póvoa e Zé Luiz; Julinho, Nesi e Teófilo; Osvaldo, Vicente, Otávio, Artur e Hermann. Técnico: Técnico: Comissão de Football – liderada por Gilberto de Melo Rego.

FLAMENGO 3 x 2 BOTAFOGO

Data: Domingo, 25 de outubro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 5ª rodada.

Local: Estádio Botafogo Football Club / General Severiano, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Jarbas Ferreira Deschamps / São Cristóvão.

Gols: Vadinho 30’, Nonô 42’ e 76’, Juca 70’ e Claudionor 72’.

FLAMENGO: Batalha, Penaforte e Hélcio; Japonês, Roberto e Seabra; Nílton, Aníbal Candiota, Vadinho (Newton – intervalo), Aché e Moderato. Técnicos: Joaquim Guimarães e Juan Carlos Bertone / Uruguai.

BOTAFOGO: Ribas, Couto e Alemão (Nestor – intervalo); Pamplona, Alfredinho Silva e Lagreca; Maciel, Alkindar, Jolibel (Juca da Praia – intervalo), Neco e Claudionor. Técnico: Carlos Martins da Rocha – Carlito Rocha.

FLAMENGO 2 x 0 SYRIO E LIBANEZ

Data: Sábado, 1º de novembro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 6ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Horácio Salema / São Cristóvão.

Gols: Aché 12′ e Aníbal Candiota 20′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Zito e Hermínio; Newton, Aníbal Candiota, Vadinho, Aché e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

SYRIO E LIBANEZ: Velloso, Jaime e Rodrigues; Lemos, Rogério e Válter; Rodas, Celso, Gentil, Pádua e Amphrísio. Técnico: Comissão de Football.

FLAMENGO 1 x 1 FLUMINENSE

Data: 8 de novembro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 7ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Carlos Martins da Rocha – Carlito Rocha / Botafogo.

Gols: Aché 1′ e Lagarto 90′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Roberto e Seabra; Newton, Aníbal Candiota, Nonô, Aché e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

FLUMINENSE: Haroldo, Paulo e Hebraico; Nascimento, Floriano e Fortes; Zezé (Ary – intervalo), Lagarto, Nilo, Preguinho e Moura Costa. Técnico: Charles Albert Williams / Inglaterra.

FLAMENGO 1 x 1 VASCO

Data: 15 de novembro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 8ª rodada.

Local: Estádio Fluminense Football Club / Laranjeiras, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Ary Amarante Agenor Batista Franco / Sport Club Brasil.

Gols: Milton 53′ e Moderato 59′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Zito e Hermínio; Vadinho, Aníbal Candiota, Nonô, Aché e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

VASCO: Nélson, Espanhol e Leitão; Silvio, Claudionor e Artur; Pascoal, Fernando, Russinho, Torterolli e Milton. Técnico: Ramon Platero / Uruguai.

FLAMENGO 4 x 0 AMÉRICA

Data: 22 de novembro de 1925.

Competição: Campeonato Carioca / Associação Metropolitana de Esportes Athléticos / 2º turno / 9ª rodada.

Local: Estádio Club de Regatas do Flamengo / Rua Paysandu, no Rio de Janeiro / RJ.

Arbitragem: Francisco Alberto da Costa / Vasco.

Gols: Aníbal Candiota 21′, Nonô 35′ e 78′ e Aché 51′.

FLAMENGO: Batalha, Hélcio e Penaforte; Japonês, Zito e Hermínio; Vadinho (Newton – intervalo), Aníbal Candiota, Nonô, Aché e Moderato. Técnico: Juan Carlos Bertone / Uruguai.

AMÉRICA: Egberto, Daniel e Fernando; Hildegardo (Elmir – intervalo), Eurico e Badu; Sayão, Osvaldinho, Chico, Ladislau e Miro. Técnico: Comissão de Football – liderada por Jayme Pereira Barcellos.

A CAMPANHA

———————-

– Jogos: 18

– Vitórias: 14

– Empates: 3

– Derrota: 1

– Gols pró: 61

– Média de gols a favor: 3,38

– Gols contra: 18

– Média de gols contra: 1

– Saldo de gols: 43

ARTILHEIROS

———————-

– 30 gols: Nonô

– 16 gols: Vadinho

– 9 gols: Aníbal Candiota

– 3 gols: Aché

– 2 gols: Moderato

– 1 gol: Japonês

PARTICIPARAM

————————

Total: 22 jogadores

# 18 jogos

– Batalha (José Lodi Batalha – Rio de Janeiro / RJ, 28/4/1896 – goleiro)

– Aníbal Candiota (Anibal Médicis Candiota – Bagé / RS, 14/6/1900 – atacante)

– Japonês (Ademar Martins – Rio de Janeiro / RJ, 9/12/1900 – médio e atacante)

– Penaforte (Orlando Penaforte de Araújo – Rio de Janeiro / RJ, 19/4/1905 – zagueiro)

# 17 jogos

– Hélcio (Hélcio de Paiva – Rio de Janeiro / RJ, 2/10/1903 – zagueiro)

– Moderato (Moderato Wisitainer – Alegrete / RS, 12/4/1903 – atacante)

– Newton (Newton Ribeiro Barbosa / Campos dos Goytacazes / RJ, 8/5/1904 – atacante)

– Nonô (Claudionor Gonçalves da Silva – Rio de Janeiro / RJ, 1º/1/1899 – atacante)

– Vadinho (Osvaldo Ferreira Gomes – Rio de Janeiro / RJ, 16/7/1904 – atacante)

# 11 jogos

– Roberto (Roberto Ferreira – Niterói / RJ, 12/12/1903 – médio)

# 7 jogos

– Hermínio (Hermínio de Oliveira – zagueiro e médio)

# 5 jogos

– Aché (Luis Aché – Rio de Janeiro / RJ, 1901 – atacante)

– Mamede (Lauro Borges de Mamede – Rio de Janeiro / RJ, 1901 – médio)

# 4 jogos

– Zito (Carlos Araújo – médio)

# 3 jogos

– Eurico (Eurico Monteiro Castro Teixeira – Rio de Janeiro / RJ, 1898 – médio)

# 2 jogos

– Borba (Ariberto Borba – médio)

– Seabra (José Seabra – Salvador / BA, 6/3/1901 – médio)

# 1 jogo

– Agenor (Agenor Nogueira Machado – Rio de Janeiro / RJ, 20/9/1905 – atacante)

– Galvão Bueno (Álvaro Galvão Bueno – Rio de Janeiro / RJ, 1899 – atacante)

– Moura (Mário de Queirós Moura – médio)

– Segreto (Luis Segreto Sobrinho – Rio de Janeiro / RJ, 25/3/1906 – zagueiro)

– Sidney Pullen (Sidney Pullen – Southampton / Inglaterra, 14/7/1895 – médio)

# Técnico

– Juan Carlos Bertone (Montevidéu / Uruguai)

# Presidente

– Faustino Monteiro Esposel (Rio de Janeiro / RJ, 24/10/1888 * 16/9/31)

– Médico e professor universitário

– Mandatos: 8/11/20 a 2/1/22 * 24/5/24 a 15/11/27

A CLASSIFICAÇÃO FINAL

—————————————-

Pontos – Jogos – Vitórias – Empates – Derrotas – Gols pró – Gols contra – Saldo

1º Flamengo 31 / 18 / 14 / 3 / 1 / 61 / 18 / 43

2º Fluminense 30 / 18 / 13 / 4 / 1 / 55 / 20 / 35

3º Vasco 29 / 18 / 13 / 3 / 2 / 57 / 25 / 32

4º Botafogo 22 / 18 / 10 / 2 / 6 / 43 / 36 / 7

5º América 18 / 18 / 8 / 2 / 8 / 29 / 32 / -3

6º São Cristóvão 15 / 18 / 7 / 1 / 10 / 42 / 43 / -1

7º Bangu 12 / 18 / 5 / 2 / 11 / 31 / 39 / -8

8º Syrio e Libanez 8 / 18 / 3 / 2 / 13 / 21 / 44 / -23

9º Helênicol 8 / 18 / 3 / 2 / 13 / 24 / 55 / -31

10º Sport Club Brasil 7 / 18 / 2 / 3 / 13 / 26 / 77 / -51

OS NÚMEROS

———————

Clubes participantes: 10

Jogos: 89

Gols: 391

Média de gols: 4,39

Maior goleada: Fluminense 8 x 0 Sport Club Brasil – 3/5

Artilheiro: Nonô / Flamengo / 30 gols

(*) O Fluminense venceu o América por WO

# Leia o texto no fim para entender melhor a matéria

1) A mais abrangente fonte que existe para obter informações sobre o Campeonato Carioca de 1925 é o acervo da Biblioteca Nacional, disponível na sede da Avenida Rio Branco, e no site da instituição, na internet. A alternativa é consultar os livros que contam as histórias dos clubes, alguns detalhados, outros nem tanto, porém todos válidos. É importante ressaltar que o autor também recorreu aos seus arquivos particulares, reunidos desde a década de 1970. Mas vale lembrar que os arquivos da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres, a federação que organizava o campeonato, não existem mais.

2) Ao contrário do que ocorre hoje com alguma frequência, os jornais não publicavam as biografias dos jogadores, sequer os seus nomes completos. Além disso, vários clubes, e as próprias federações, não tiveram o cuidado de conservar tais informações, notadamente da época do amadorismo (1894-1933), o que impede a identificação completa de muitos deles. Aliás, muitas das informações encontradas na internet não são efetivamente confiáveis, sendo necessária pesquisa detalhada para confirmá-las.

3) Para esclarecer: o técnico ainda não era uma função absolutamente definida, e o cargo podia ser ocupado pelo capitão do time, na prática um líder no campo de jogo, ou por dirigentes ou sócios do clube, que formavam um grupo chamado de ground committee, “comissão de terra”, numa tradução literal. Mas é importante deixar claro que o capitão não era essencialmente um técnico de futebol. Em muitas ocasiões não passava de um jogador que se destacava pelo espírito natural de liderança.

4) Os árbitros eram atletas ou dirigentes de agremiações filiadas à Liga, que tinham comprovadamente o conhecimento completo das regras, e a capacidade, é claro, para a condução de um jogo.

5) As partidas eram disputadas em dois tempos de 40 minutos cada. E contamos aqui o tempo dos gols de um a 80 minutos, sem levar em consideração, é claro, o período do intervalo. Assim, por exemplo, um gol marcado com um minuto da etapa derradeira, aparece na súmula como 41’.

6) Só em raríssimas ocasiões os jornais da época publicavam o público presente aos jogos, ou as arrecadações, embora os ingressos aos estádios fossem pagos, mesmo que o futebol, pelo menos oficialmente, continuasse amador.

9) O Botafogo foi Football Club até 8 de dezembro de 1942, quando fez a fusão com o Club de Regatas Botafogo, formando o Botafogo de Futebol e Regatas.

10) O São Cristóvão foi Athletic Club até 13 de fevereiro de 1943, quando fez a fusão com o Club de Regatas São Cristóvão, formando o São Cristóvão de Futebol e Regatas.

11) O Flamengo mandou seus jogos entre 31 de outubro de 1915 e 25 de setembro de 1932 em terreno na esquina das ruas Guanabara – atual Pinheiro Machado – e Paysandu, no bairro do Flamengo, onde funcionava sua sede esportiva. O espaço pertencia à Família Guinle, formada por banqueiros e empresários. E foi devolvido no fim daquele ano de 1932. Em 4 de setembro de 1938, o Rubro-Negro inaugurou o Parque Desportivo da Gávea.

12) A Associação Metropolitana de Esportes Athléticos, criada em 1924, introduziu pelo menos três novidades a partir do Campeonato Carioca de 1925. A primeira: criou a figura do cronometrista, cuja função era a de obrigar o árbitro a cumprir os 80 minutos regulamentares de cada partida. A segunda: autorizou os clubes a promover as substituições de atletas, a qualquer momento por contusão, ou nos intervalos, por motivo de ordem técnica. A terceira: diminuiu para dois, em vez de três, o número de jogadores que deveriam estar interpostos entre quem recebe o passe e a linha do gol adversário, para que fosse caracterizado o impedimento.

13) Não há informação detalhada sobre a Comissão de Football do Syrio e Libanez. Vale lembrar que esse, extinto na década de 1930, não tem nenhuma ligação com o Clube Sírio e Libanês atual, cuja sede é no bairro do Recreio dos Bandeirantes.

PUBLICAÇÕES CONSULTADAS

———————————————–

# Jornais e revistas

– A Manhã

– A Noite

– A Rua

– A União

– Almanak Laemmert

– Correio da Manhã

– Gazeta de Notícias

– Jornal do Brasil

– Jornal do Commércio

– O Fluminense

– O Globo

– O Imparcial

– O Jornal

– O Paiz

– Sport Illustrado

# Livros

– Almanaque do Flamengo / Clóvis Martins e Roberto Assaf / Editora Abril

– Campos Sales, 118 – A História do América / Fernando Valle e Orlando Cunha / Editora Laudes

– Chuva de Glórias – A trajetória do São Cristóvão / Raymundo Quadros / Editora Pontes

– Fluminense Football Club – História, Conquistas e Glórias / Antônio Carlos Napoleão / Editora Mauad

– Futebol no Botafogo – 1904 a 1950 / Alceu Mendes de Oliveira Castro / Gráfica Milone Ltda

– Histórico do Club de Regatas Vasco da Gama / José da Silva Rocha / Gráfica Olímpica Editora

– Nós é que somos banguenses / Carlos Molinari / Icone Gráfica e Editora