Flamengo e Cruzeiro decidem uma vaga nas quartas de final da Libertadores nos próximos dias 8 e 29 de agosto, o primeiro jogo no Rio, e o segundo em Belo Horizonte. Pois é importante que os rubro-negros saibam desde já que não é fácil vencê-lo em Minas: o clube estrelado só perdeu sete das 76 partidas que fez diante de sua torcida na história da competição.

Apenas dois brasileiros conseguiram superá-lo: o Grêmio, 2 a 1, em 1997, e o São Paulo, 2 a 0, em 2010. O pior de todos os resultados, como mandante, foi a derrota de 2 a 1, de virada, para o Estudiantes de La Plata, da Argentina, na decisão de 2009.

E vale ressaltar também que o aproveitamento do Cruzeiro na casa dos adversários é excelente, com 30 vitórias em outros 76 jogos. Já conseguiu ganhar de clubes de todos os 10 países da América do Sul. Do Brasil, venceu o Internacional em 1976 e em 1977, o Grêmio, em 1997, o São Paulo, em 2009, e o Vasco, em 2018.

Muitos dirão que estatísticas não têm valor, pois cada partida conta uma nova história, até porque os protagonistas são diferentes, e as expectativas distintas. Mas os que alimentam tal raciocínio esquecem que os ambientes, dentro e fora de casa, são praticamente os mesmos, e que a regularidade do Cruzeiro, no quesito fora de casa, é impressionante: em apenas uma edição, a de 1998, das suas 16 participações na Libertadores, não obteve vitória jogando em território inimigo.

Outro dado importante é o fato do time estrelado ter empatado 17 vezes nas 29 ocasiões que alcançou esse resultado fora de casa. Assim, embora já seja possível concluir com os números mencionados, é importante repetir que o Cruzeiro não perdeu 47 das 76  partidas que fez diante de torcidas adversárias.

E para quem está perguntando, aí vai a resposta: o Flamengo nunca enfrentou o time azul de Minas na Libertadores. A propósito: em breve você verá aqui a história do Rubro-Negro na competição sul-americana.

# Vitórias do Cruzeiro na casa do adversário na Libertadores (*)

– 19/2/67 – 1 x 0 Deportivo Galicia / Venezuela

– 22/2/67 – 3 x 0 Deportivo Itália / Venezuela

– 1º/5/67 – 2 x 1 Sport Boys / Peru

– 13/3/75 – 2 x 1 Nacional Medellín / Colômbia

– 13/3/76 – 3 x 1 Sportivo Luqueño / Paraguai

– 28/3/76 – 2 x 0 Internacional / RS

– 9/5/76 – 3 x 1 LDU Quito / Equador

– 12/5/96 – 4 x 0 Alianza Lima / Peru

– 3/3/77 – 1 x 0 Internacional / RS

– 17/7/77 – 4 x 0 Portuguesa Acarigua / Venezuela

– 16/3/94 – 2 x 1 Boca Juniors / Argentina

– 12/3/97 – 1 x 0 Grêmio / RS

– 13/3/01 – 1 x 0 Sporting Cristal / Peru

– 6/4/01 – 4 x 3 Olimpia / Paraguai

– 9/5/01 – 2 x 1 El Nacional / Equador

– 10/2/04 – 3 x 1 Universidad Concepción / Chile

– 14/4/04 – 3 x 2 Caracas / Venezuela

– 6/2/08 – 3 x 2 Cerro Porteño / Paraguai

– 4/3/09 – 1 x 0 Universitário de Sucre / Bolívia

– 7/5/09 – 2 x 1 Universidad de Chile / Chile

– 18/6/09 – 2 x 0 São Paulo / SP

– 5/5/10 – 3 x 0 Nacional / Uruguai

– 30/3/11 – 2 x 0 Guarani / Paraguai

– 13/4/11 – 3 x 0 Estudiantes La Plata / Argentina

– 27/4/11 – 2 x 1 Once Caldas / Colômbia

– 3/4/14 – 2 x 0 Universidad de Chile / Chile

– 30/4/14 – 2 x 0 Cerro Porteño / Paraguai

– 19/3/15 – 2 x 0 Mineros de Guyana / Venezuela

– 21/5/15 – 1 x 0 River Plate / Argentina

– 2/5/18 – 4 x 0 Vasco / RJ

# Retrospecto

– Jogos – 30

– Gols pró – 70

– Gols contra – 16

(*) O Cruzeiro venceu o River Plate por 3 a 2 na decisão da Libertadores de 1976 em partida realizada em campo neutro, no Estádio Nacional, em Santiago, capital do Chile

# Derrotas do Cruzeiro em casa na Libertadores

– 6/4/75 – 2 x 3 Nacional Medellín / Colômbia

– 19/2/97 – 1 x 2 Grêmio / RS

– 7/5/08 – 1 x 2 Boca Juniors / Argentina

– 15/7/09 – 1 x 2 Estudiantes La Plata / Argentina

– 12/5/10 – 0 x 2 São Paulo / SP

– 4/5/11 – 0 x 2 Once Caldas / Colômbia

– 27/5/15 – 0 x 3 River Plate / Argentina

# Retrospecto

– Jogos – 7

– Gols pró – 5

– Gols contra – 16

# O Cruzeiro na Libertadores

– 1967 – semifinal

– 1975 – semifinal

– 1976 – campeão

– 1977 – vice

– 1994 – oitavas de final

– 1997 – campeão

– 1998 – oitavas de final

– 2001 – quartas de final

– 2004 – oitavas de final

– 2008 – oitavas de final

– 2009 – vice

– 2010 – quartas de final

– 2011 – oitavas de final

– 2014 – quartas de final

– 2015 – quartas de final

– 2018 – oitavas de final x Flamengo

# Retrospecto

– Jogos – 152

– Vitórias – 87

– Empates – 29

– Derrotas – 36

– Gols pró – 286

– Gols contra – 148

(*) Houve um empate de 0 a 0, com derrota de 5 a 4 nos pênaltis, diante do Boca Juniors, da Argentina, na decisão de 1977, em partida realizada em campo neutro, no Estádio Centenário, em Montevidéu, capital do Uruguai