Mais uma vez, muita empolgação, agora com as estréias de Arrascaeta e Gabriel, e poucas emoções, com 11 jogadores diferentes daqueles que estrearam vencendo o Bangu. E o empate nauseabundo de 1 a 1 com o Resende, em Volta Redonda. Logo, diga rápido: qual é o time titular para o clássico de sábado, com o Botafogo? Nem Abel Braga sabe. Qual o futebol pior, o de domingo ou o de hoje? O fato é que a preguiça impressionou a todos. Arrascaeta ainda deu o passe que originou o gol. Gabriel não viu a cor. Era branca.

O Flamengo começou enfrentando problemas para superar a retranca do Resende, pois abusava de passes laterais, sem arriscar, em momento algum, os lances individuais. O adversário notou que o leão era manso, pelo menos até ali, e criou coragem para sair. Aos 18 minutos, Joseph aproveitou escanteio e subiu sozinho para abrir o placar. O segundo gol de cabeça em dois jogos. E lá se foi o Rubro-Negro em busca da reação. Aos 22, Trauco recebeu de Arrascaeta e cruzou para Henrique Dourado marcar um belo gol de bicicleta. Nos acréscimos, Maxwell cabeceou livre para fora. Na realidade, o Resende teve mais oportunidades, e o placar, pelas circunstâncias, acabou ficando de bom tamanho.

Com cinco minutos do segundo tempo, a luz acabou, e voltou. Mas o futebol não. Quando a bola mais se arrastava, Zambi desperdiçou uma chance espetacular, em intervenção semelhante de César. Se você estava cochilando, acordou. E passou a fazer um grande esforço para acompanhar o joguinho até o fim. Abel Braga mexeu no time. Qual? O Flamengo vai estrear contra a LDU, em Quito, na Libertadores, sem saber quem é reserva ou titular. É o que se pode prever.

O que foi pior: a preguiça ou o mau futebol?

FLAMENGO 1 x 1 RESENDE / RJ

Data: Quarta-feira, 23 de janeiro de 2019.

Competição: Campeonato Estadual do Rio de Janeiro / Taça Guanabara / Grupo C / 1ª rodada.

Local: Estádio General Silvio Raulino de Oliveira / Cidadania, em Volta Redonda / RJ.

Público: 12.572 pagantes / 14.341 presentes / 1.769 gratuidades.

Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá, Carlos Henrique Cardozo de Souza e Jackson Lourenço Massarra dos Santos / RJ.

Cartões amarelos: Jeanderson 14’, Jean Lucas 45+2’ e Vitinho (R) 49’.

Gols: Joseph 18’ e Henrique Dourado 22’.

FLAMENGO: César, Rodinei, Léo Duarte, Dantas (Cuellar 74’) e Trauco; Piris da Motta, Hugo Moura, Jean Lucas (Vitinho 60’) e Arrascaeta (Thiago Santos 67’); Henrique Dourado e Gabriel. Técnico: Abel Carlos da Silva Braga.

RESENDE: Ranule, Filipi Souza, Rhayne, Lucão e Jeanderson; Joseph (Sabão 88’), Vitinho, Léo Silva e Arthur Faria (Dieguinho 83’); Maxwell e Zambi (Jackson 69’). Técnico: Édson Souza.

(Créditos pela foto: Alexandre Vidal – Flamengo, via site globoesporte)